UAI
Publicidade

Estado de Minas LEITOS PEDIÁTRICOS

CTIs infantis operam no limite em hospitais de Divinópolis

Aumento de internações foi sentido pelas unidades nas últimas semanas, principalmente de crianças menores de um ano


24/01/2022 20:24 - atualizado 24/01/2022 20:38

Hospital
Em alguns hospitais a ocupação de leitos pediátricos já ultrapassa 100% (foto: Gil Leonardi/Imprensa MG)
Os Centros de Terapia Intensiva (CTI) Infantil estão operando no limite em Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas. Em um hospital, embora o número de leitos para COVID-19 seja relativamente pequeno, a ocupação chegou a 200% nesta segunda-feira (24/1).
 
Este é o caso do Hospital Santa Mônica, segundo o boletim da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa). Com um leito pediátrico de terapia intensiva, há duas crianças internadas. A unidade atende apenas pacientes por convênios, planos de saúde ou particular. 

No Complexo de Saúde São João de Deus (CSSJD) – a maior unidade hospitalar do Centro-Oeste e referência para 54 municípios - a situação não é diferente. Mesmo com índices menores nesta segunda-feira (24/1), a unidade chegou a atingir 100% de ocupação nos últimos dias. 

O hospital é o único a atender pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Divinópolis. Com 18 leitos de CTI infantil para a rede pública, 10 são para COVID.

Até às 16h30 de hoje, 40% das vagas direcionadas à doença, considerando SUS e saúde suplementar, estavam ocupadas. As crianças internadas passaram por um painel viral. “Que detecta não apenas o coronavírus, como todos os casos respiratórios como bronquilites, causado por vírus da Influenza, ou sincicial respiratório”, informa a unidade.

Já na enfermaria, o número está mais alto. Dos 14 leitos disponíveis, 86% estavam ocupados, destes, dois são pacientes em tratamento contra o novo coronavírus. 

“Salienta-se que, devido a muitas altas no final de semana, a taxa de ocupação diminuiu. Contudo, já chegou a 100% há alguns dias”, reforça o CSSJD.

Somando os leitos infantis de enfermaria e UTI SUS, a taxa de ocupação estava em 68,7% até a tarde de hoje. Já a média dos últimos dias de ocupação geral, considerando também convênios, planos e particular, chegou a 80%.

De acordo com a Coordenação da UTI Neopediátrica os dados estão acima da média para este período do ano, por ser verão e não haver histórico de tantos casos respiratórios. 

“Notou-se uma elevação na taxa de internação, principalmente em crianças menores de um ano, em que a sintomatologia está mais exuberante e demandando um maior cuidado”, esclarece.
 

Confirmações aumentam

 
Os casos confirmados em crianças de 0 a 9 anos aumentaram 416% entre dezembro de 2021 a janeiro. No mês passado, seis testaran positiva. Já este mês, até a data de hoje, 31 foram diagnosticadas com a COVID-19.
 
Os dados são do painel de monitoramento da Secretaria de Saúde. Divinópolis contabiliza 23.120 casos do novo coronavírus desde o início da pandemia, sendo 686 em menores de 14 anos. 665 pessoas perderam a vida, duas com menos de 18 anos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade