UAI
Publicidade

Estado de Minas CALORZÃO

Temperaturas podem chegar aos 31ºC até o fim de semana em BH

Onda de calor que atinge o Sul do país não deve chegar a Minas Gerais na mesma intensidade, mas Muriaé registrou quase 35ºC nesta terça (18/1)


18/01/2022 16:37 - atualizado 18/01/2022 17:29

Edifício Niemeyer, na Praça da Liberdade, na Região Centro-Sul de BH
Temperaturas seguem estáveis em Minas (foto: Jair Amaral/EM/DA Press )

As temperaturas devem ficar altas e estáveis em Minas Gerais até o fim de semana. Em BH, há  possibilidade de chuva.


Claudemir Azevedo, meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), explicou que, apesar das altas temperaturas, a onda de calor que atinge o Sul do país não deve chegar ao Sudeste e ao estado.


Hoje, São Paulo registra a temperatura mais alta deste verão: 33ºC. "Uma massa de ar seco atua em São Paulo e aumenta as temperaturas", explicou. Já no Rio de Janeiro, a sensação térmica chegou perto dos 50ºC. 

Nesta terça-feira (18/1), os termômetros marcaram 30ºC, à tarde, na estação Santo Agostinho, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. "Para os próximos dias, a temperatura fica estável. Os termômetros devem variar entre 30 e 31 graus", disse.

Em Minas Gerais, a maior temperatura, hoje, foi registrada em Muriaé, na Zona da Mata: 34,8ºC. "Na regiões da Zona da Mata, Vale do Rio Doce e Norte de Minas, os termômetros devem marcar até 35 graus até o fim de semana", acrescentou.

Ainda de acordo com o Inmet, a previsão para amanhã é de céu parcialmente nublado a nublado com pancadas de chuva e trovoadas isoladas no Triangulo Mineiro/Alto Paranaíba, Central Mineira, Oeste, Sul/Sudoeste, Metropolitana, Campo das Vertentes e Zona da Mata.


Nas demais regiões, o céu deve ficar parcialmente nublado com possibilidade de chuva isolada.

Há possibilidade de chuva para a capital mineira. A previsão é de céu parcialmente nublado a nublado com pancadas de chuva e trovoadas isoladas.

Hoje, a Defesa Civil de Belo Horizonte emitiu um novo alerta para chuva na capital mineira. Segundo o órgão, após a trégua, as precipitações devem voltar à capital. Há grande possibilidade de pancadas isoladas de até 30mm e raios e rajadas de vento ocasionais em torno de 50km/h até as 8h desta quarta-feira (19/1).

Chuva de janeiro 

A estação convencional de Belo Horizonte, localizada no Bairro Santo Agostinho, acumulou 481mm entre os dias 1º de janeiro e a manhã dessa segunda-feira (17). O valor é 46,2% acima da média histórica para o mês de janeiro que é 329,1 mm.

Ainda conforme os dados da série histórica do Inmet, o mês de janeiro mais chuvoso ocorreu em 2020, com um total de 934,7 mm de chuva; e o ano mais seco foi 1976, com apenas 32,2 mm de precipitação.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade