UAI
Publicidade

Estado de Minas BARBARIDADE

Jovem atropelado por homem alcoolizado está em estado grave no hospital

Funcionário público de 45 anos jogou carro em cima de quatro jovens que jogavam cartas na calçada e ainda tentou dar marcha à ré para acertá-los novamente


17/01/2022 20:30 - atualizado 17/01/2022 20:45

Carro amassado
Carro usado no atropelamento de quatro jovens, em Passos: um deles teve traumatismo craniano e está em estado grave na Santa Casa (foto: Helder Almeida/reprodução)
Walace Martins Cruz, de 45 anos, atropelou quatro jovens que estavam em uma calçada na noite do último sábado (15/01), no Bairro Recanto da Harmonia, em Passos, Sudoeste do estado. Segundo a polícia e testemunhas, o fucnionário público estava alcoolizado.

Um dos jovens, Rafael Rodrigues da Silva, de 27 anos, foi socorrido e encaminhado à Santa Casa de Misericórdia de Passos em estado gravíssimo, com traumatismo craniano.

Ele foi entubado e submetido a uma cirurgia. Em boletim divulgado às 20h desta segunda-feira (17/1), a Santa Casa informou que o paciente encontra-se sedado, em ventilação mecânica e seu estado é crítico. Os outros rapazes tiveram ferimentos leves.
 
De acordo com Boletim de Ocorrência lavrado pela Polícia Militar, testemunhas disseram que o motorista estava em um bar consumindo bebida alcoólica.

Ele foi embora, mas momentos depois voltou perguntando quem havia roubado o seu celular.
 
Ainda conforme as testemunhas, quando todos negaram, o homem começou a ameaçar o dono do bar dizendo “eu só não vou atropelar todos aqui porque eu te conheço, mas eu vou fazer uma desgraça ali na esquina e passar por cima”.
 
Diante disso, as testemunhas contaram que ele pegou o seu carro e saiu em altíssima velocidade em direção ao grupo de quatro jovens, que jogava cartas em uma mesa de plástico bem perto da calçada.

Segundo as testemunhas, o motorista embriagado avançou para cima do grupo e depois ainda tentou dar marcha à ré para atropelá-los novamente, mas eles conseguiram escapar.
 
Depois do atropelamento, o homem fugiu em alta velocidade. Após buscas, o funcionário público foi localizado pela Polícia Militar junto com o veículo e foi constatada sua embriaguez.

Para a polícia, ele disse que não viu o que aconteceu na hora do atropelamento.

Walace Martins Cruz teve o Auto de Prisão em Flagrante lavrado e sua prisão ratificada pelo Delegado de Polícia Matheus Reis Ponsancini pelos delitos do artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro, bem como pelo delito de tentativa de homicídio contra quatro vítimas, por motivação fútil.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade