UAI
Publicidade

Estado de Minas SEQUESTRO E FUGA

Polícia Civil prende suspeitos de praticar sequestros e fugitivo

Em um dos casos, os investigados obrigavam as vítimas a fazerem transferências bancárias


13/01/2022 19:46 - atualizado 13/01/2022 19:47

Delegacia de Grão Mogol
As duas mulheres estão presas na Delegacia de Grão Mogol. Polícia procura os dois comparsas (foto: PCMG)
Uma operação deflagrada pela Polícia Civil, na quarta-feira (12/1), resultou na prisão de duas mulheres, de 21 e 27 anos, e na identificação de dois homens, envolvidos num sequestro relâmpago e extorsão. Os crimes, dois, em 28 de dezembro de 2021 e o outro, em 3 de janeiro deste ano, ocorreram em Piranguinho, no Sul do estado, e as prisões foram cumpridas em Santa Rita do Sapucaí e na capital paulista.

 

Segundo informações dos investigadores, as duas suspeitas presas teriam participado diretamente do sequestro, ocorrido em dezembro, forçando as vítimas a realizarem transações bancárias.

A partir dessas prisões, os policiais conseguiram identificar os outros suspeitos, além de comprovar a participação de um homem, 24 anos, que já havia sido preso pela Polícia Militar, em Santa Rita do Sapucaí.


Em 28 de dezembro de 2021, uma mulher, de 33 anos, estava parada no trânsito, em Piranguinho, quando dois homens e duas mulheres, com uso de armas, abordaram o veículo em que ela estava.


Os suspeitos entraram no carro e assumiram a direção, fazendo o retorno no sentido do município de Santa Rita do Sapucaí. Durante o percurso, o celular foi tomado da vítima e os criminosos fizeram uma transferência de R$ 1.400, via Pix.


Também foram roubados da mulher R$ 2 mil em dinheiro, que estavam em seu poder. Os criminosos, com o segundo celular da vítima, fizeram uma segunda transferência bancária no valor de R$ 1 mil.


O veículo foi levado pelos ladrões, que deixaram a vítima em uma estrada. Ela teve de caminhar a pé até a rodovia, onde conseguiu carona.


Já em 3 de janeiro deste ano, outra vítima, de 65 anos, deu carona a duas mulheres, entre Poços de Caldas e Piranguinho. Quando elas desembarcaram, dois homens abordaram o veículo, ameaçando o condutor com um revólver. Os suspeitos entraram no carro e circularam com a vítima pela cidade, obrigando-a  a realizar movimentações bancárias num total de R$ 15 mil.


A vítima foi mantida como refém até a manhã do dia seguinte, quando ainda sacaram dinheiro da conta do aposentado em um caixa eletrônico. Os suspeitos deixaram ele amarrado, dentro do carro, na zona rural de Santa Rita do Sapucaí. Depois de um tempo, o homem conseguiu se soltar e procurou a polícia.

Fugitivo preso

Mais um fugitivo da justiça em outros estados foi preso pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG). A prisão desse homem foi feita em Grão Mogol, no Norte do estado, nesta quinta-feira (13/1), e foi fruto de um trabalho conjunto entre a polícia mineira e a goiana. O homem era procurado pela justiça de Trindade, em Goiás. O número de criminosos procurados que vieram se esconder em Minas Gerais e acabaram presos ultrapassa 20 nos últimos 24 meses. 


A Polícia Civil de Goiás solicitou ajuda da Polícia Civil mineira. As investigações tiveram início a partir desse contato. O fugitivo, de 21 anos, estava escondido numa casa alugada, em Grão Mogol. O homem é suspeito de pertencer a uma organização criminosa e de ter matado três indivíduos da facção rival no estado de Goiás.


Segundo informações dos policiais, o procurado deixou o presídio em Trindade e recebeu, como missão, executar três desafetos. Depois dos crimes, ele fugiu para Minas Gerais e fixou residência em Grão Mogol, onde foi detido.



 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade