UAI
Publicidade

Estado de Minas FIQUE ATENTO

BH tem cinco regiões com risco alto de desabamento nas próximas horas

Toda a cidade estava sob alerta ontem (1º/1), agora são cinco regionais. Centro-Sul, Oeste e Noroeste já registraram quase 20% da chuva esperada para todo mês


02/01/2022 19:08 - atualizado 02/01/2022 20:23

Mapa de BH com risco geológico e área na Região Centro-Sul da capital
Mapa divulgado no início da noite deste domingo (2/1) mostra regionais de BH em alerta (foto: Defesa Civil/Divulgação e Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)
As chuvas constantes elevam o risco de desabamentos e deslizamentos de terra também em Belo Horizonte. No fim da tarde deste domingo (2/1), a Defesa Civil da capital divulgou um novo mapa das regiões em alerta: ao todo, são cinco regionais com alto risco de deslizamentos, desabamentos e quedas de muro.

Segundo a publicação do órgão, bairros das regionais Oeste, Centro-Sul, Leste, Nordeste e Noroeste têm risco geológico forte por conta da chuva acumulada. Destacadas em vermelho, essas áreas tiveram maior ou igual a 70 milímetros em 72 horas. No último sábado (1º/1), toda a cidade estava sob alerta.

 

 

 

"Em virtude do volume das chuvas previstas para os próximos dias, existe a possibilidade de risco geológico até segunda-feira (3). Recomenda-se atenção no grau de saturação do solo, sinais construtivos e cuidados com quedas de muros, deslizamentos e desabamentos", afirma o órgão municipal.
 

Estou em risco?

A Defesa Civil explica quais sinais apontam que o deslizamento ou mesmo desabamento pode ocorrer: 
  • Trinca nas paredes
  • Água empoçando no quintal
  • Portas e janelas emperrando
  • Rachaduras no solo
  • Água minando da base do barranco
  • Inclinação de poste ou árvores 

O que fazer?


A Defesa Civil de BH lista uma série de orientações para o morador enfrentar esse período de risco geológico:

  • Coloque calha no telhado da sua casa
  • Conserte vazamentos em reservatórios e caixas-d'água
  • Não jogue lixo ou entulho na encosta
  • Não despeje esgoto nos barrancos  

Alertas

Além de acompanhar o Estado de Minas, os moradores de Belo Horizonte podem receber os alertas de risco de chuvas fortes, granizo, tempestades, vendavais, alagamentos, risco de deslizamentos de terra e outros fenômenos meteorológicos por SMS.

Para se cadastrar, basta enviar uma mensagem de texto com o CEP da sua rua para o número 40199 e uma mensagem de confirmação será enviada na sequência. O serviço não tem custo.

A população também pode acompanhar os alertas e as recomendações da Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil por meio do Instagram, Twitter, Facebook e pelo canal público do Telegram no endereço: defesacivilbh.
 

Chuva constante 

 
Outro balanço da Defesa Civil divulgado no fim da tarde deste domingo mostra que as regionais Centro-Sul, Oeste e Noroeste já registraram, em apenas dois dias, quase 20% do volume de chuva esperado para todo o mês de janeiro.

Conforme o levantamento, até as 18h de ontem, já havia chovido 64,8 milímetros na Centro-Sul, o que equivale a 19,7% dos 329,1 milímetros da média climatológica para janeiro na capital. Na Região Centro-Oeste, choveu 63,2 milímetros, que é 19,2% desse total e na Região Noroeste 63,8 milímetros, que é 19,4%.

Veja, abaixo, o acumulado de chuvas nas demais regionais: 

Barreiro: 49,8 (15,1%)
Centro Sul: 64,8 (19,7%)
Leste: 60,8 (18,5%)
Nordeste: 47,0 (14,3%)
Noroeste: 63,8 (19,4%)
Norte: 44,4 (13,5%)
Oeste: 63,2 (19,2%)
Pampulha: 56,4 (17,1%)
Venda Nova: 54,2 (16,5%)


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade