UAI
Publicidade

Estado de Minas DISTORÇÕES

Zema: 'Não temos o poder de ver quem não se vacinou e obrigar a se vacinar'

Governador afirma que Saúde estadual auxilia municípios com dificuldades no processo de imunização; dez microrregiões têm cobertura abaixo de 70%


20/12/2021 21:17 - atualizado 20/12/2021 21:17

Por videoconferência, o governador Romeu Zema concedeu entrevista ao Estado de Minas
Para impulsionar vacinação, Zema afirmou que Saúde estadual tem dado suporte a cidades (foto: Denys Lacerda/EM/D.A Press)
O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), admite que algumas regiões do estado precisam dar impulso à vacinação antiCOVID-19. Apesar disso, garante que a secretaria de Saúde dá tratamento igualitário a todos os 853 municípios. Segundo ele, embora a situação esteja "sob controle", componentes típicos de cada localidade travam a aceleração dos índices de cidadãos imunizados.

Nesta segunda-feira (20/12), em entrevista ao Estado de Minas, Zema explicou as dificuldades que complicam a atuação do estado. Mais cedo, o EM mostrou que 10 microrregiões mineiras ainda não alcançaram 70% de habitantes com o esquema vacinal completo. A maior parte delas está em áreas pobres, como os vales do Jequitinhonha e Mucuri.

"A situação está sob controle, mas sabemos que há algumas diferenças regionais, infelizmente, que fogem ao nosso controle. Quando se fala de questões culturais e de resistência a determinados procedimentos, fica muito difícil de o estado atuar. Não temos o poder de sair vendo quem não se vacinou e obrigando a se vacinar. É algo que depende de cada secretaria municipal conduzir de maneira adequada", disse o governador.

A média mineira é de 82,51% de abrangência de ciclo completo de vacinação, mas 52 microrregiões estão abaixo desse índice.

Segundo Zema, a Saúde estadual trabalha para auxiliar as pastas municipais na correção das distorções. "Nosso tratamento aos municípios é idêntico. Temos feito distribuição e atendimento a todos os 853 municípios exatamente da mesma forma. Não há nenhum tipo de tratamento diferenciado. Sabemos que alguns municípios têm estruturas de saúde mais profissionalizadas e robustas; outros, nem tanto", afirmou.

Governador se apega à queda dos indicadores

Apesar dos obstáculos na vacinação, o governador confia nos números que retratam o cenário da pandemia em Minas Gerais. O mais recente boletim da doença, divulgado nesta segunda, aponta 2.216.985 infecções e 56.568 mortes. Entre ontem e hoje, foram registradas 99 contaminações e um óbito

"A notícia boa é que, semana a semana, dia a dia, o número de casos, internações e óbitos em Minas tem caído significativamente. Há mais de dois meses temos todas as regiões na onda verde", esperançou Zema.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade