UAI
Publicidade

Estado de Minas AUMENTO DE R$ 0,75

Ônibus em Poços de Caldas ficarão mais caros a partir desta quinta (18/11)

Cidade do Sul de Minas correu risco de ficar sem transporte coletivo, pois contrato emergencial havia vencido. Novo acordo vale por 180 dias


17/11/2021 17:30 - atualizado 17/11/2021 18:08

Estação de ônibus em Poços de Caldas
Auto Omnibus Circullare vai continuar na cidade por mais 180 dias: ganhadora da licitação é do mesmo grupo (foto: Prefeitura de Poços de Caldas/Divulgação)
Quem precisa do transporte público em Poços de Caldas pode preparar o bolso. A partir desta quinta-feira (18/11), a tarifa sobe dos atuais R$ 4 para R$ 4,75, uma alta de 18,75%. Esse é preço para a cidade do Sul de Minas não ficar sem ônibus, já que a atual concessionária continua trabalhando através de contratos emergenciais. 
 
Detalhe: a prefeitura paga outros R$ 0,70 para cada passageiro que passa a catraca, o chamado subsídio. Na prática, então, a tarifa de ônibus na cidade vai custar R$ 5,45.
 
Os coletivos operados pela Auto Omnibus Circullare estão funcionando por meio de contratos emergenciais por causa de um problema burocrático. Uma nova licitação foi feita, mas apenas uma companhia apresentou a proposta (e foi considerada ganhadora, por consequência): Auto Omnibus Floramar, que - não por acaso - é do mesmo grupo da Circullare. 
 
Porém, a Floramar foi 'desclassificada' por algumas inconsistências na documentação financeira. Em março, a companhia conseguiu um prazo para resolver as questões, e conseguiu fazer as correções.
 
Nesse meio tempo, a Circullare continuou operando por meio de contratos emergenciais. O último venceria nesta quarta-feira (17/11), mas foi prorrogado por meio de um decreto. Só que a condição para isso era o aumento da tarifa. A empresa chegou a pedir R$ 6,08 para a prefeitura, que negou, e fechou em R$ 5,45 (dos quais R$ 0,70 são bancados pelo subsídio).
 
O novo contrato tem validade de 180 dias. Então, em teoria, a Floramar deve assumir o serviço em abril ou maio de 2022, se nenhuma mudança for feita nesse período.

Raio-x do transporte na cidade

Segundo a Circullare, atualmente são transportados 776.800 passageiros por mês na cidade. Destes, 599.729 pagam o valor integral da tarifa, enquanto 177.071 são beneficiados com a gratuidade.
 
São transportados, em média, 30 mil passageiros por dia, sendo que 20% (aproximadamente 6 mil) não pagam a tarifa por causa das gratuidades.

Como fica a tarifa agora

Quem paga em dinheiro, direto na catraca, vai pagar R$ 4,75.
 
Já quem utiliza o Cartão Amigo, passa a ter descontados R$ 4,50 dos créditos. 
 
Os passes de papel, no valor de R$ 4, serão aceitos até a próxima quarta-feira (24/11). Dos dias 25/11 a 30/11, devem ser trocados na Agência Amigo (que fica na Avenida Francisco Salles, 279) pelos cartões de passe.
 
A partir do dia 1º de dezembro, os passes de papel perderão a validade, e não poderão ser usados para pagar o transporte.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade