UAI
Publicidade

Estado de Minas NOVIDADE NA CAPITAL

Relógio da PBH vira digital e volta a funcionar hoje

Na manhã desta quarta-feira (17/11), operários subiram na torre para os últimos ajustes. Ainda em fase de testes, apenas duas faces do relógio estão funcionando


17/11/2021 10:21 - atualizado 17/11/2021 19:23

Imagem da torre do relógio da PBH
Relógio da PBH agora será digital (foto: Gladyston Rodrigues/EM/DA Press)


Um marco da capital mineira, desativado há meses, será novamente referência para os belo-horizontinos. O relógio da torre do prédio da prefeitura voltou a funcionar no início da tarde desta quarta-feira (17/11).

A velha máquina do relógio foi trocada, agora por um mecanismo digital que vai garantir precisão na marcação das horas – virava e mexia, quem passava pela Avenida Afonso Pena encontrava o relógio atrasado. E como diz o ditado, 'relógio que atrasa não adianta'.

Na manhã de hoje, operários subiram na torre por fora e por dentro para realizar os últimos ajustes. Ainda em fase de teste, das quatro faces do novo relógio, somente duas estavam funcionando e marcavam a hora correta. As faces frontal e a que fica em direção ao centro funcionam, marcando a hora certa.

Relógio do prédio da PBH
Ainda em fase de teste, somente duas faces do relógio funcionaram nesta quarta-feira após a inauguração do equipamento (foto: Marcos Vieira/EM/DA Press)

A licitação para a modernização do relógio, que fica a 35 metros de altura do solo, foi aberta em abril deste ano. O processo foi vencido pela empresa Artes Gregas e Romanas, do Rio de Janeiro. Segundo a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), a empresa restaurou os ponteiros e trocou todo o mecanismo do relógio. Ainda, pelo acordo, a manutenção deverá ser realizada pelo período de um ano.

O prédio da prefeitura foi projetado pelo arquiteto Luiz Signorelli e inaugurado em 21 de outubro de 1937. Tem cinco andares e estilo art-dèco. Foi  tombado pela Lei Orgânica do Município em 21 de março de 1990.

“São duas sensações. Eu gosto muito da elaboração, da implantação do sistema e, obviamente, quando já está funcionando é uma sensação indescritível”, compartilhou o restaurador e engenheiro eletromecânico, Edgar De Paulis. O especialista é o responsável pelo novo sistema. 
 



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade