UAI
Publicidade

Estado de Minas ESQUEMA DE FACILITAÇÃO

Polícia prende três suspeitos de facilitar aquisição de CNH no Sul de Minas

'Operação Dólos', realizada pela Polícia Civil de Minas Gerais, investiga esquema de facilitação de Carteira Nacional de Habilitação (CNH), em Três Corações


16/11/2021 17:53 - atualizado 16/11/2021 18:42

Viatura da Polícia Civil
Operação investigava há um ano esquema de facilitação de aquisição de CNH (foto: Divulgação/PCMG)
A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) iniciou, nesta terça-feira (16/11), a segunda fase da 'Operação Dólos'. As investigações, iniciadas há um ano, apuraram um esquema de facilitação para a aquisição da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) em Três Corações, Sul de Minas. 

Foram expedidos três mandados de prisão preventiva contra pessoas da mesma família, entre proprietários e instrutores de uma autoescola da cidade. Na primeira fase da operação, a PCMG já havia feito 10 prisões.

Em nota, o chefe do 6º Departamento de Polícia Civil em Lavras, delegado-geral Pedro Paulo Marques, afirmou que os suspeitos vão responder pelos crimes de associação criminosa, falsidade ideológica, inserção de dados falsos no sistema público e também corrupção passiva. 

De acordo com as investigações, algumas autoescolas na cidade de Três Corações facilitavam a aprovação dos alunos, além de não exigirem a confirmação de presença nas aulas teóricas e práticas por meio da biometria, burlando o sistema. 

Segundo o delegado-geral, aprendizes reprovados em cidades vizinhas se direcionavam até Três Corações, falsificavam de documentos, comprovantes de endereço, e com isso, obtinham a aprovação na cidade.

Além das prisões, foram decretadas medidas cautelares prevendo a proibição do exercício de atividades referentes à obtenção de CNH ou o comparecimento dos suspeitos em locais de exames práticos e teóricos.

"Hoje se encerra uma parte da investigação. O Núcleo Correcional do 6º Departamento continua apurando o possível envolvimento de funcionários públicos, policiais ou não, nessa empreitada criminosa", explicou o delegado-geral, Pedro Paulo Marques, conforme comunicado disponibilizado pela assessoria da Polícia Civil.

As ações policiais foram coordenadas pelo 6º Departamento de Polícia Civil em Lavras, pelo Núcleo Correcional da PCMG e pela Delegacia Regional de Polícia Civil em Três Corações.

*Estagiário sob supervisão da editora-assistente Vera Schmitz


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade