UAI
Publicidade

Estado de Minas DEMANDA ANTIGA

UTI Neonatal de Araxá pode ser implantada ainda no 1º semestre de 2022

Recebimento de verba de R$ 2,5 milhões do governo federal possibilita a execução do planejamento. Município aguarda ainda outros R$ 2,5 mi de recursos estaduais


05/11/2021 12:22 - atualizado 05/11/2021 12:34

Vista parcial da Santa Casa de Misericórdia de Araxá
Santa Casa de Misericórdia de Araxá receberá 10 leitos da UTI Neonatal e Pediátrica (foto: Reprodução Facebook / Santa Casa de Araxá)
Uma demanda antiga da população de Araxá parece que, enfim, poderá sair do papel. A prefeitura do município do Alto Paranaíba anunciou na tarde dessa quinta-feira (4/11), que a implantação da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal e Pediátrica tem previsão de ser executada no primeiro semestre de 2022.
 
O projeto prevê a criação de 10 leitos, sendo sete para recém-nascidos, e três pediátricos. Um recurso federal de R$ 2,5 milhões foi recebido essa semana, para a implantação do espaço na Santa Casa de Misericórdia da cidade.
 
A verba é procedente de uma emenda do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco. Ela foi anunciada ao prefeito Robson Magela (Cidadania) e ao deputado estadual Bosco (Avante) durante audiência no dia 29 de junho, em Brasília, juntamente com o diretor jurídico da Presidência do Senado, Alexandre Silveira.
 
“Fui secretário de Estado da Saúde e sei o quanto é importante que uma cidade do porte de Araxá tenha um serviço de atendimento aos recém-nascidos cada vez mais qualificado. A implantação da UTI Neonatal e Pediátrica, que poderá agora ser viabilizada com esse recurso, vai atender não somente Araxá, mas vários municípios vizinhos”, ressaltou Alexandre.

A cidade aguarda ainda o envio de outros R$ 2,5 milhões para complementar o investimento necessário para a instalação da UTI, sendo R$ 1,5 milhão do governo de Minas e R$ 1 milhão de emenda do deputado Bosco.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade