UAI
Publicidade

Estado de Minas AÇÃO DA PMMG E PRF

Vizinhos de chácara onde bandidos foram mortos relatam madrugada de terror

A ação em Varginha, no Sul de Minas, deixou 26 bandidos mortos e não feriu nenhum policial


31/10/2021 15:00 - atualizado 31/10/2021 18:45

Chácara onde ocorreu o tiroteio
Chácara onde ocorreu ação contra o crime do novo cangaço (foto: TV Alterosa/Reprodução)
Moradores vizinhos a uma das chácaras em Varginha, no Sul de Minas, onde o embate com a Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) e Polícia Rodoviária Federal (PRF) e bandidos aconteceu, relataram para Alterosa Sul de Minas , um verdadeiro terror. A ação deixou 26 bandidos mortos e não feriu nenhum policial.
 
 
Uma vizinha do local, identificada apenas como Caroline, diz que o marido precisou colocar seu filho embaixo da cama para se proteger. “Desespero total. Meu filho entrou em desespero chorando. A gente só pensava na vida dele, pensamos que alguém podia entrar e disparar tiros lá”, conta. “Não consigo dizer como foi, era muito forte. Parecia que estavam estourando bomba, granada, sei lá, muita coisa”, disse.

Outra moradora do mesmo quarteirão, identificada como Rosana, ainda conta que saiu de casa ao ouvir os tiros. “É bomba. Rojão que soltaram. Sai lá fora. Conversei com os policiais porque eles estavam no meu quintal. Eles me perguntaram se alguém estava escondido lá em casa, disse que não, que estava sossegado. Muitos tiros, dava para assustar”, disse.
 
 
Ainda de acordo com Rosana, ela não se escondeu porque achou que poderia ser fogos de artifícios. 
 
 
A ação ocorreu em duas chácaras. Segundo a PRF, no primeiro confronto, 18 criminosos foram mortos. Nesta ação, 10 fuzis foram recuperados, além de outras armas, munições, granadas e coletes a prova de balas.

Outra parte da quadrilha estava numa segunda chácara. Em novo confronto, mais sete criminosos foram mortos e mais armas recuperadas e grande quantidade de explosivos. Também foram encontrados 10 veículos roubados.

Nenhum policial ou civil ficou ferido. O caso será encaminhado à Polícia Civil.



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade