UAI
Publicidade

Estado de Minas LATROCÍNIO

Menina de 8 anos que viu o pai ser morto ajuda a PM a prender matador

Homem invadiu bar para roubar, amarrou pai e filha, assassinando o primeiro com com uma facada na nuca


27/10/2021 15:55 - atualizado 27/10/2021 21:03

Cerveja, roupa suja de sangue, dinheiro, cigarro, baralho, faca usada no crime, e facão encontrados na casa do suspeito
Provas do crime foram encontradas na casa do suspeito, que tentou fugir da polícia (foto: PMMG/Divulgação)

A coragem de uma menina de 8 anos levou a Polícia Militar de Resplendor, no leste do estado, a prender o autor de um latrocínio, na noite de terça-feira (26/10), que teve como vítima o pai da garotinha, que foi executado dentro de seu bar, na frente da filha.


Segundo relato da Polícia Militar, o homem teria invadido o estabelecimento e amarrado os pés e as mãos do pai e as mãos da menina. Em seguida, o criminoso matou a mulher a facadas.


Depois de cometer o crime, o homem roubou dinheiro e cerveja e fugiu do local. A menina levantou-se e correu para fora do bar, pedindo ajuda aos vizinhos, que chamaram a PM.


Quando os policiais chegaram ao local, a menina chorava muito. O pai estava caído em uma poça de sangue, já sem vida. A perícia constatou que ela morreu em consequência de um corte na nuca.


Com base nas informações da menina, os policiais conseguiram identificar o criminoso como sendo G.O.C.. Com a chegada da PM, o suspeito correu para os fundos da casa e saltou o muro para um casa vizinha.


Durante a perseguição, o homem tentou se esconder em uma casa, onde foi preso e, em seguida, encaminhado para a Delegacia de Governador Valadares, que cuidará das investigações. 


Na casa do autor do crime, os policiais encontraram, latinhas de cerveja e o dinheiro roubado no bar, além de roupas e um boné sujos de sangue, uma faca, um facão, um baralho, um maço de cigarros e R$ 613 em dinheiro.



 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade