UAI
Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Vereadores vistoriam protocolos de segurança nas escolas municipais de BH

Comissão da Câmara visitou, na manhã desta terça (26/10), as escolas municipais José Maria Alkimim, Ensino Especial Venda Nova e Emei Miriam Brandão em BH


26/10/2021 13:21 - atualizado 26/10/2021 14:14

Vistorias sendo realizadas nas escolas municipais de Belo Horizonte por vereadores
Comissão da Câmara Municipal verifica cumprimento de protocolos sanitários em três escolas municipais de Belo Horizonte (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Na manhã desta terça-feira (26/10), a Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia, Cultura, Desporto, Lazer e Turismo da Câmara Municipal visitou rês escolas municipais de Belo Horizonte para averiguar a adoção dos protocolos sanitários.

Com o retorno das aulas presenciais, as visitas foram realizadas com o intuito de assegurar que as escolas adotaram  as medidas de segurança necessárias.

Entre os protocolos de vigilância de saúde estão o uso obrigatório de máscara para os alunos com mais de 2 anos de idade e para todos os funcionários, além da instalação de pias para lavagem de mãos na entrada da escola e outros dispositivos para a realização da higienização constante. 

As vistorias feitas pela comissão se somam a outras já feitas anteriormente, com o objetivo de acompanhar a readequação das escolas com a volta às aulas presenciais.

Vistorias sendo realizadas na Escola Municipal José Maria Alkimim
Vistoria realizada na Escola Municipal José Maria Alkimim, na manhã desta terça-feira (26/10) (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
A reportagem esteve na Escola Municipal José Maria Alkimim, e conversou com a vereadora Professora Marli (PP), integrante da comissão. segundo ela, as visitas de hoje hoje foram ótimas, principalmente na Emei Miriam Brandão e na Escola José Maria Alkimim, que "têm realizado uma verdadeira diferença para a comunidade".

Já na primeira escola onde foi realizada a vistoria, Escola Municipal de Ensino Especial Venda Nova, a vereadora afirma ter ficado um pouco frustrada com a estrutura, devido à falta de inclusão presenciada no local, e que isso é algo que pode ser aprimorado, por meio de investimento e apoio da Câmara Municipal.

Segundo ela, o retorno que foi anunciado recentemente, em 18 de outubro, não está sendo uma realidade em todas as escolas da capital mineira. Ela ainda afirma que a Escola José Maria Alkimim é um exemplo na gestão: "Realmente, eles estão vencendo a pandemia, porque está tudo normal, quase mil alunos. A escola anterior também (Miriam Brandão). Tudo pintado, tudo novo, tudo adaptado, protocolos sendo seguidos, as crianças de alimentando. Aquilo que a gente precisa para Belo Horizonte."

*Estagiário sob supervisão 



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade