UAI
Publicidade

Estado de Minas BAIRRO SÃO LUCAS

Mulher bebe e bate carro em árvore na Avenida do Contorno

Motorista disse à PM que chovia no momento do acidente, mas contou aos policiais ter bebido cerveja antes de dirigir. Ela e o passageiro foram hospitalizados


20/10/2021 08:55 - atualizado 20/10/2021 14:47

Carro dos envolvidos no acidente precisou ser aberto pelos bombeiros para retirar o passageiro
Motorista e passageiro foram levados ao Hospital João XXIII. Ele sofreu fraturas (foto: Polícia Militar/Divulgação)

Uma mulher de 30 anos e um homem de 33 foram parar no hospital após um acidente na madrugada desta quarta-feira (20/10) na Avenida do Contorno, altura do Bairro São Lucas, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar (PM), a mulher estava na direção e disse ter bebido uma cerveja antes de sair no Ford Focus. 

O acidente foi pouco depois das 2h, perto do número 3.871. De acordo com a Polícia Militar, a mulher contou que seguia na faixa da esquerda quando bateu no meio-fio. O carro rodou na pista e parou ao colidir com uma árvore. A motorista disse que chovia muito e ela não conseguiu entender direito o que tinha ocorrido. 

O passageiro que estava com ela ficou preso às ferragens e precisou ser retirado por uma equipe do Corpo de Bombeiros. 

A mulher estava em estado de choque. Os policiais militares que atenderam a ocorrência registraram que ela tinha hálito etílico e olhos avermelhados, mas não apresentava capacidade motora alterada. A PM informa que ela disse ter bebido uma garrafa de cerveja em um bar do Bairro Santa Tereza e estava indo para casa. Ela se recusou a fazer o teste do bafômetro. 

Ela e o outro homem foram levados pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência ao Hospital João XXIII. Com dores no punho esquerdo, ela ficou em observação. Já o rapaz sofreu fraturas. A PM informou que ele estava alcoolizado. 

O carro foi apreendido e levado para um pátio do Detran. O caso foi encaminhado à Polícia Civil. 

Por meio de nota, a Polícia Civil infomrou que será instaurado um processo administrativo, pela Coordenação de Infrações e Controle do Condutor (CICC), do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG) a fim de apurar uma possível embriaguez ao volante.

"Ao final do processo, após respeitado o direito constitucional e contraditório da ampla defesa, a condutora poderá ter seu direito de dirigir suspenso por 12 meses. Ela será autuada, administrativamente, por conduzir veículo sob efeito de álcool e será lavrada uma multa no valor de R$2.934,70", destaca trecho na nota.

"Pelo fato da condutora estar embriagada, o caso será encaminhado à Divisão Especializada em Prevenção e Investigação de Crimes de Trânsito (DEPICT), que solicitará os laudos médicos para confirmação das lesões, e intimará a condutora, tão logo se recupere, a prestar esclarecimentos sobre o ocorrido como investigada".

O veículo foi removido para o pátio credenciado ao Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG).

Este é o segundo acidente do tipo registrado nos últimos dias. Na segunda-feira, uma jovem de 20 anos capotou o carro na Avenida Carlos Luz, Região Noroeste de Belo Horizonte. À PM, ela disse que estava usando o celular e perdeu o controle da direção.

A corporação informou que ela também apresentava sinais de ter bebido, mas não quis fazer o teste do bafômetro. A Polícia Civil informou que vai investigar a suspeita de embriaguez. Ela foi autuada por dirigir manuseando celular e por direção sob efeito de álcool.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade