UAI
Publicidade

Estado de Minas DEVASTAÇÃO

Homem causa grande incêndio em Minas e é multado em mais de R$ 3 milhões

Dono de propriedade rural em São João del-Rei provocou um incêndio que atingiu 925 hectares em área de proteção ambiental


16/09/2021 23:27 - atualizado 16/09/2021 23:59

Conforme a PMMG, o incêndio florestal causou a destruição da vida animal e vegetal e consumiu diversas plantações
Conforme a PMMG, o incêndio florestal causou a destruição da vida animal e vegetal e consumiu diversas plantações (foto: PMMG/Divulgação)
Após provocar um incêndio de grandes proporções em uma área de proteção ambiental da Serra de São José, na cidade de São João del-Rei, um homem de 44 anos foi multado pela Polícia Militar de Meio Ambiente (PMMG) nesta quinta-feira (16/9) em mais de R$ 3 milhões.
 
Questionada pela reportagem, a PMMG informou que o homem ateou fogo em parte de sua propriedade rural – que mantém atividade agrícola no município mineiro localizado no Campo das Vertentes – com o objetivo de diminuir a área de pasto.
 
No entanto, as chamas se alastraram, e um grande incêndio, que começou no dia 5 de setembro e terminou no dia 10 do mesmo mês, destruiu 925 hectares de vegetação – o que também afetou as zonas rurais de Coronel Xavier Chaves e Prados, municípios que integram a área de proteção ambiental da Serra de São José.
 
Conforme a ocorrência registrada pela PMMG, o incêndio florestal causou a destruição da vida animal e vegetal, empobreceu o solo e consumiu muitas plantações, gerando grandes prejuízos às atividades agrícolas de diversas fazendas da região.
 
Incêndio de grandes proporções durou seis dias
Incêndio de grandes proporções durou seis dias (foto: PMMG/Divulgação)
 
Ao todo, cinco aeronaves, um drone, 10 bombeiros militares e 63 brigadistas deram apoio à operação de combate às chamas – que contou com equipes de São João del-Rei e Barbacena.
 
Por fim, a PMMG informa que o autor foi identificado por meio dos depoimentos de testemunhas. No entanto, o mesmo não foi encontrado durante as diligências policiais no local. Logo, um auto de infração foi lavrado no valor de R$ 3.830.679,02.
 
Além da multa, o autor responderá pelos crimes de incêndio florestal e danos patrimoniais.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade