Publicidade

Estado de Minas FALTA VACINA

COVID: Lavras fica sem vacina da AstraZeneca para aplicação da 1ª e 2ª dose

A campanha de imunização está paralisada durante esta semana na cidade até a chegada de novos imunizantes da AstraZeneca


15/09/2021 11:41 - atualizado 15/09/2021 17:57

As últimas 140 doses da vacina que estavam disponíveis na cidade foram aplicadas na terça-feira (14/9)(foto: Pedro Gontijo/Imprensa MG/Reprodução)
As últimas 140 doses da vacina que estavam disponíveis na cidade foram aplicadas na terça-feira (14/9) (foto: Pedro Gontijo/Imprensa MG/Reprodução)
A cidade de Lavras, no Sul de Minas, está sem doses do imunizante da AstraZeneca nesta semana. De acordo com a prefeitura, as aplicações da 1ª e 2ª dose precisaram ser suspensas, pois a Superintendência Regional de Saúde de Varginha não enviou novas doses.
 
Na nota oficial divulgada através das redes sociais na segunda-feira (13/9), o município havia informado que restavam apenas 140 doses da vacina.
 
“O município aguarda o envio para poder retomar a campanha e completar a imunização com a vacina AstraZeneca das pessoas agendadas para esta semana”, explica a prefeitura.
  
Em nota atualizada nesta quarta-feira (15/9) e enviada à reportagem, a prefeitura informou que no momento a cidade não possui nenhuma vacina da AstraZeneca para dar continuidade na campanha de imunização. As 140 doses que restavam foram aplicadas na terça-feira (14/9).
 
“Ontem (14/9) o município de Lavras utilizou as últimas doses da AstraZeneca para a segunda dose. Lembramos que aqui no nosso município nunca usamos vacinas dedicadas à segunda dose para adiantar o processo de vacinação", inicia a prefeita de Lavras, Jussara Menicucci (PSB).

"E agora tivemos notícias que no Rio de Janeiro a FioCruz já está produzindo e deve entregar no ministério. Então temos que esperar, pois o estado de Minas não permitiu usar outro tipo de imunizante para segunda dose. E lembrando também que hoje estamos vacinando 18 anos e segunda dose de outros imunizantes”, complementa a gestora. 
 
Procurada, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) informa que "acompanha o processo de vacinação nos municípios e solicitou às prefeituras que comunicassem, por meio de ofício, sobre possíveis faltas de imunizantes".
 
"Como informado pelo Ministério da Saúde à SES-MG, a previsão é que nos próximos dias sejam enviadas doses de Astrazeneca. À medida que as remessas são entregues ao Governo de Minas, a secretaria organiza a logística de distribuição e repassa imediatamente às Unidades Regionais de Saúde para entrega aos municípios", complementa, por nota (leia a íntegra abaixo). 
 
A reportagem entrou em contato com a Superintendência Regional de Saúde de Varginha, mas até a publicação desta matéria ainda não havia obtido resposta. Tão logo o esclarecimento seja enviado, este material será atualizado. 
 

Nota da Prefeitura de Lavras

 
“A Secretaria de Saúed de Lavras, por meio da Vigilância em Saúde, informa que, esta semana, pela primeira vez, a Superintendência Regional de Saúde/Varginha não enviou para o município de Lavras as segundas doses da vacina AstraZeneca porque também não recebeu da Secretaria Estadual de Saúde/MG e do Governo Federal.
 
As 140 doses restantes da vacina Astrazeneca, no posto de saúde para a aplicação da segunda dose, terminaram ontem (14/9).
 
O município aguarda o envio para poder retomar a campanha e completar a imunização com a vacina Astrazeneca das pessoas agendadas para esta semana. A Superintendência Regional de Saúde/Varginha não autorizou proceder a intercambialidade de doses. O Município aguarda determinação do Estado/MG se poderá ser utilizado outro tipo de imunizante".
 

Nota da SES-MG

 
“A Secretaria de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) informa que, no dia 10/9, iniciou a distribuição da 48ª e 49ª remessas de imunizantes contra covid-19 às Unidades Regionais de Saúde (URS). O município de Lavras foi contemplado com 4.564 doses, sendo 1.840 doses da Coronavac e 2.724 doses da Pfizer para continuidade da imunização da população. Mais informações sobre a distribuição em: https://www.saude.mg.gov.br/component/gmg/story/15516-minas-gerais-distribui-mais-de-627-mil-doses-de-vacinas-contra-a-covid-19-as-regionais-de-saude
 
A SES-MG, por meio das Regionais de Saúde, acompanha o processo de vacinação nos municípios e solicitou às prefeituras que comunicassem, por meio de ofício, sobre possíveis faltas de imunizantes.
 
O Estado tem reforçado junto aos municípios as diretrizes do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra Covid-19 do Ministério da Saúde que prevê se as doses devem ser utilizadas para D1 ou D2. De forma geral, todos os municípios estão respeitando as notas técnicas ao não usarem a segunda dose como primeira, o que evita a falta do imunizante.
 
Como informado pelo Ministério da Saúde à SES-MG, a previsão é que nos próximos dias sejam enviadas doses de Astrazeneca. À medida que as remessas são entregues ao Governo de Minas, a secretaria organiza a logística de distribuição e repassa imediatamente às Unidades Regionais de Saúde para entrega aos municípios.
 
Conforme dados do Vacinômetro, até 14/9, Minas Gerais recebeu 26.652.454 doses de imunizantes da Pfizer, Astrazeneca, Coronavac e Janssen”. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade