UAI
Publicidade

Estado de Minas SUSTO E FINAL FELIZ

Grávida em trabalho de parto quase tem bebê dentro de carro de aplicativo

O motorista Flávio Hastenreiter precisou pedir ajuda para que a mãe conseguisse chegar ao hospital a tempo


24/08/2021 18:29 - atualizado 24/08/2021 18:57

Grabriela e a mãe, Ana Maria, dentro do carro antes de ser removida para a ambulância
Grabriela e a mãe, Ana Maria, dentro do carro antes de ser removida para a ambulância (foto: Flávio Hastenreiter/Divulgação)
Nicole tem apenas algumas horas de vida e uma grande história para contar. A mãe dela, Gabriela Isabela, de 23 anos, quase teve a filha dentro de um carro de aplicativo, na manhã desta terça-feira (24/8) na BR-040, Região Metropolitana de Belo Horizonte. 

 

 


Gabriela conta que começou a sentir as primeiras contrações ainda de madrugada, às 4h. Ela estava em casa, com os dois filhos, no Bairro Alterosa, em Ribeirão das Neves. 

“Mas a dor não estava forte. Quando foi umas 9h, a gente resolveu pedir o Uber porque a dor já estava muito forte.”

O motorista de aplicativo Flávio Hastenreiter, de 47, se considera premiado por ter vivido a situação que considerou inusitada. “Com 5 anos de aplicativo, é a primeira vez que eu passo por isso e foi algo emocionante.” 

Ele explica que estava na Região da Savassi quando recebeu uma chamada. “Chegando ao local dou de cara com a mãe da passageira na rua, com duas bolsas na mão e desesperada.”

Ela dizia que a filha ia ter o bebê. “Entrei com o carro no estacionamento e me deparei com a Gabriela sentada, passando mal, com muita contração e dor.”

Ele conta que brincou com a passageira. “Será que é hoje que eu vou fazer um parto?” Segundo Flávio, ela riu e concordou. 

“Meu coração disparou. Aquilo era uma responsabilidade muito grande. Estava com três vidas dentro do carro e uma prestes a nascer.”

O motorista diz que tentou chegar ao hospital o mais rápido possível. “Mas a BR-040 é muito movimentada e tem muito radar. Eu tinha que reduzir a velocidade por causa dos radares.”

Ajuda para abrir caminho


Segundo ele, logo encontrou uma viatura da Polícia Federal. “Parece que eles estavam atendendo uma ocorrência. Eu parei o carro e pedi ajuda para eles abrirem caminho porque ela ia ter o bebê dentro do carro.”

Os policiais orientaram Flávio a pedir ajuda da Via 040. “Assim que eu cheguei, já tinha um rapaz de prontidão. Logo, veio uma médica e dois enfermeiros. Eles retiraram a Gabriela com muito cuidado e colocaram na maca e depois direto na ambulância.” 
 
A grávida é atendida pela equipe da Via 040
A grávida é atendida pela equipe da Via 040 (foto: Flávio Hastenreiter/Divulgação)
 

Tempo certo 


De acordo com Gabriela, quando chegou ao Centro Materno Infantil de Contagem, a bolsa estourou. “Foi a conta”, se diverte a mãe. 

Ela disse que o parto foi tranquilo e que Nicole nasceu menos de 30 minutos após  chegar ao hospital. 

“Não achei que fosse ganhar dentro do carro, não. Achei que poderia acontecer na ambulância. Mas a bolsa estourou assim que eu entrei no hospital." 

A mãe conta que ela e Nicole estão tranquilas depois do susto. “Tá bem, graças a Deus.”

Já o motorista Flávio disse que conversou com Gabriela rapidamente, mas depois quer conhecer o bebê.   

“Foi um momento único e que faz a gente repensar muitas coisas na vida. Eu ganhei meu dia. Fiquei feliz em participar desse momento. Foi gratificante.”
 
*Estagiária sob supervisão  




receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade