Publicidade

Estado de Minas VERBA

MG vai investir R$ 28 milhões em ciência e pesquisa de tecnologias em saúde

A verba vai ser destinada à Fundação Ezequiel Dias (Funed) e à Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)


15/07/2021 22:38 - atualizado 15/07/2021 22:43

Laboratorio de Vacinas do BHTec da UFMG(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Laboratorio de Vacinas do BHTec da UFMG (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Vitória para a ciência! O governo de Minas anunciou nesta quinta-feira (15/7) o investimento de R$ 28 milhões em ciência e pesquisa de tecnologias em saúde no estado. A verba vai ser destinada à Fundação Ezequiel Dias (Funed) e à Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) para estruturação de laboratórios de pesquisa e desenvolvimento.

A ideia tinha sido adiantada há mais de cinco meses, quando o governador disse que não comprometeria a Funed para o desenvolvimento de vacina contra a COVID-19. Enquanto São Paulo e Rio foram credenciados para produzir os imunizantes contra o novo coronavírus, em Minas o governador disse que a instituição estava totalmente comprometida com a fabricação de doses contra a meningite C. Para o governador, tirar a capacidade produtiva de imunizantes contra a doença para fazer vacinas contra a COVID-19 é “corrigir um problema e criar outro”.

Agora, ele quer acelerar o desenvolvimento de vacinas, imunobiológicos e testes de diagnóstico para doenças humanas e veterinárias. Exemplos são câncer, malária, leishmaniose, doença de Chagas, e infecções virais epidêmicas e pandêmicas como zika, chikungunya, dengue e COVID-19.

Para o governador Romeu Zema, o aporte coloca o estado na posição estratégica de combate e controle de doenças infecciosas que afetam a vida de milhões de mineiros. “Minas Gerais assume o protagonismo na ciência e no desenvolvimento de pesquisa e produção de vacinas, uma vez que estamos estabelecendo infraestrutura inédita em instituições renomadas como UFMG e Funed, que poderão alavancar pesquisas científicas importantes”, afirma Zema.
 
Os investimentos do Governo do Estado são motivados pela necessidade de avançar nas pesquisas da área de saúde para atendimento. Com isso, pode atender às demandas de mercado e aplicação de conhecimento científico para a geração de produtos com alto valor agregado destinados à solução de problemas em saúde pública.

Investimentos na Funed

Os R$ 28 milhões disponibilizados pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sede), por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), vão garantir adequações na Unidade V da Funed. Com isso, será viabilizada a transição do desenvolvimento tecnológico para apoio ao desenvolvimento clínico, por meio da produção de lotes de vacinas para estudos clínicos, atendendo os requisitos regulatórios dos órgãos nacionais e internacionais.
 
Além da produção de lotes piloto de vacinas para estudos, a Fundação também conseguirá atuar, a depender do projeto e da parceria, no desenvolvimento de formulação e preparo para registro do produto na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
 
Esse investimento viabiliza a implementação de uma das frentes de atuação propostas pela Funed na produção de vacinas, que é a parceria com a UFMG no apoio ao desenvolvimento e posterior produção da vacina spintec.

Expansão do CTVacinas

O projeto de expansão do Centro de Tecnologias de Vacina (CTVacinas), que pertence à UFMG, vai receber R$ 30 milhões de investimento. O valor compõe o acordo que foi fechado entre governo estadual, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações (MCTI), nessa quarta-feira (14/7), em reunião realizada na Universidade. 
 
O investimento do Governo de Minas Gerais, sendo R$ 12 milhões disponibilizados pela Fapemig e R$ 18 milhões pela Secretaria de Saúde (SES), viabiliza o compartilhamento dos laboratórios e interação em projetos de pesquisa/desenvolvimento entre a Funed e a UFMG, como contrapartida ao valor investido. 
 
Esses R$ 30 milhões serão disponibilizados após concretização de investimento de mais R$ 50 milhões pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT). A parceria entre os governos estadual e federal totaliza R$ 80 milhões para a consolidação do Centro Nacional de Vacinas. 
 
“É uma grande satisfação estarmos contribuindo com o nosso estado e nosso país com esse Centro de Vacinas a partir do trabalho do CTVacinas da UFMG. Agradeço muito o apoio do Ministério de Ciência e Tecnologia e também do Governo de Minas Gerais para que possamos fazer esse trabalho em função da nossa sociedade”, afirmou a reitora da Universidade Federal de Minas Gerais, Sandra Goulart.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade