Publicidade

Estado de Minas SAÚDE

Vídeo mostra macas em corredores de UPA e lotação máxima é confirmada

A Funepu, gestora de duas UPAs de Uberaba, informou que as unidades estão com lotação máxima, sendo que boa parte dos pacientes aguarda transferências


22/06/2021 15:57 - atualizado 22/06/2021 16:47

Na UPA São Benedito, neste momento, dos 47 pacientes internados, 28 estão aguardando transferência(foto: Jairo Chagas/Jornal da Manhã)
Na UPA São Benedito, neste momento, dos 47 pacientes internados, 28 estão aguardando transferência (foto: Jairo Chagas/Jornal da Manhã)
Divulgado por uma pessoa que preferiu não se identificar, um vídeo com os corredores da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) São Benedito, em Uberaba, lotado de macas circula nas redes sociais.

Diante disso, a assessoria da Fundação de Ensino e Pesquisa de Uberaba (Funepu), gestora do hospital, divulgou nota nesta terça-feira (22/6), informando que as duas UPAs de Uberaba (a outra UPA da cidade é a do Parque do Mirante) apresentam lotação máxima.
Nas duas UPAs há um total, neste momento, de 93 pacientes, sendo que, segundo a nota, boa parte deles estão aguardando transferências para hospitais de média e alta complexidade.


 
“Na UPA Parque do Mirante, dos 46 pacientes internados, 10 aguardam transferência para alguma unidade hospitalar, sendo que outros 12 já estão regulados para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), e também aguardam encaminhamento para a unidade.
 
Já na UPA São Benedito, neste momento, dos 47 pacientes internados, 28 estão inseridos no SisReg, sendo que cinco deles também foram regulados para o Hospital de Clínicas da UFTM, e aguardam autorização do hospital para serem encaminhados”, explicou a nota.
 
Ainda conforme a nota, neste momento, dos 14 leitos de Ala Vermelha (Síndrome gripal, COVID-19 ou suspeita) da UPA São Benedito, apenas três estão vagos.

Já na ala de Urgência e Emergência, para tentar suprir a demanda após a lotação, outros dois leitos extras foram criados em caráter emergencial.
 
“Em ambas as unidades há ainda pacientes que aguardam para a realização de exames e/ou aguardam resultados de procedimentos já realizados para passarem por reavaliação médica.
 
Diante da situação, a Funepu ressalta a importância de os usuários procurarem as UPAs apenas em casos de extrema necessidade, e que se enquadrem no perfil de funcionamento dessas unidades, que tem por característica atendimentos de urgência e emergência, sendo que, em situações mais simples, o indicado continua sendo procurar uma UBS mais próxima”, concluiu a nota da Funepu.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade