Publicidade

Estado de Minas INCLUSÃO DIGITAL

Vilas e comunidades carentes de BH ganham computadores e sinal de internet

O projeto, que será realizado pela Prodabel no segundo semestre de 2021, prevê beneficiar milhares de pessoas que hoje não têm acesso ao mundo digital


01/06/2021 09:43 - atualizado 01/06/2021 11:52

Funcionários da Prodabel, chegando a Vila do Índio na Região de Venda Nova para analisar o local do telecentro(foto: Marcelo Queiroz/Divulgação)
Funcionários da Prodabel, chegando a Vila do Índio na Região de Venda Nova para analisar o local do telecentro (foto: Marcelo Queiroz/Divulgação)
Vilas e comunidades carentes de Belo Horizonte serão beneficiadas a partir do segundo semestre de 2021, com a inclusão digital. Serão doados computadores, tablets, celulares e até instalação de internet nestes locais. Este projeto será realizado pela Empresa de Informática e Informação do Município de Belo Horizonte (Prodabel), em parceria com o Ministério da Ciência e Tecnologia.
 
Na primeira fase de testes, foram doados para a Vila do Índio , na Região de Venda Nova, computadores e acesso a internet, sendo que o sinal será levado por uma extensão da rede que já existe na EMEI Itamaraty, que fica a poucos metros do local.
 
De acordo com o cronograma, este acesso será disponibilizado até ao final deste ano. Moradora da Vila do Índio, a apoio ao educando Mônica Jesus de Paula, de 37 anos, apresentou um espaço que poderia funcionar como um “telecentro” para as pessoas da comunidade poderem acessar o mundo digital gratuitamente.

Mônica comemora a doação: “Eu estou nas nuvens, muito feliz, já era um sonho fazer alguma coisa pelos moradores da comunidade, faltava só um empurrãozinho. A expectativa entre os meninos e as famílias em geral é a melhor possível", afirma. O telecentro contará com voluntários para poder ajudar e monitorar o acesso dos usuários.
 
Gabriel Igor Lemos da Silva de 17 anos que recebeu computador e acesso a internet em sua residência(foto: Marcelo Queiroz/Divulgação)
Gabriel Igor Lemos da Silva de 17 anos que recebeu computador e acesso a internet em sua residência (foto: Marcelo Queiroz/Divulgação)
A ação também contempla doações à famílias, como foi o caso do estudante Gabriel Igor Lemos da Silva, de 17 anos. “A mãe dele faz parte da Sociedade São Vicente de Paula, que é parceira da Prodabel. Esta família recebeu um computador completo onde ele e seus irmãos irão utilizar para estudos”, exlica o presidente da Prodabel, Leandro Garcia.
 
Ele acredita que a doação de máquinas e internet para escolas, bibliotecas, igrejas, associações, ONGs e telecentros terá papel muito importante, principalmente neste período de pandemia da COVID-19, em que a migração para o mundo virtual é necessária. “A expectativa é de que até ao final do ano as pessoas em situação de vulnerabilidade em BH tenham computadores e acesso a internet dentro de suas residências, pois em um mundo onde o digital tomou conta, não tem como deixar ninguém de fora”, acrescenta Leandro.

Leandro explica como os computadores são disponibilizados para o projeto. “O Centro de Recondicionamento de Computadores (CRC), na Unidade Ipiranga, faz a restauração de máquinas usadas ou com defeito e transforma peças que são lixo eletrônico em computadores novos, para serem doados. Além disso, a Prodabel oferece também cursos de capacitação profissional, como programadores, e também cursos simples de como mexer na internet ou apenas ligar um computador”, finaliza.

 
*Estagiária sob supervisão do subeditor Frederico Teixeira
 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade