Publicidade

Estado de Minas FACULDADE

Newton Paiva fecha unidade no Buritis e cursos vão para a Carlos Luz, em BH

Relatos sobre o fechamento em um dos câmpus do centro universitário já vêm circulando nas redes sociais; Newton Paiva confirma mudança para o segundo semestre


11/05/2021 12:39 - atualizado 12/05/2021 10:43

(foto: Newton Paiva/Divulgação)
(foto: Newton Paiva/Divulgação)
Centro Universitário Newton Paiva vai fechar sua unidade no Buritis. Já circulavam rumores pelas redes sociais do fechamento da unidade, em Belo Horizonte. Estudantes fizeram postagens com queixas sobre a situação e outros especulam sobre os motivos da decisão.

"Minha faculdade acabou de informar que saiu do Buritis e vai pra Carlos Luz, e vamos ter de procurar transporte agora", diz um dos textos. Em outro post, um aluno lembra o fato do prédio do Buritis ser alugado. "Aí deu um problema lá com os proprietários que querem fazer alguma coisa. E também a Newton não podia mexer no prédio, né, tipo mudar uma parede de lugar pra aumentar uma sala", escreveu.

Em nota, a direção da universidade confirmou que os cursos de Engenharia, Sistemas de Informação, Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Arquitetura e Urbanismo, que atualmente são todos os oferecidos no câmpus Buritis I, serão transferidos para o câmpus Carlos Luz a partir do segundo semestre de 2021.

A decisão é parte da estratégia da Newton Paiva em investir nas sedes próprias, e o prédio no Buritis é alugado. O centro universitário reforça que os cursos não deixarão de existir - só mesmo mudarão de lugar.

"A unidade Carlos Luz terá sua infraestrutura remodelada, com reformulação dos laboratórios práticos e a intensificação dos recursos digitais utilizados. Além disso, o novo espaço permitirá a interação entre estudantes de diferentes áreas de atuação e será um ambiente propício para que modelos e práticas educacionais contemporâneas sejam conduzidas. O objetivo da instituição é oferecer uma infraestrutura mais moderna e adequada às necessidades dos alunos, além de uma experiência mais completa e multidisciplinar", divulga a universidade, na nota.

 

Boa relação 

 

O imóvel do Buritis pertence à empresa NRG Empreendimentos. Um dos sócios, o empresário Nelson Rigoto explica que a decisão de transferência para o Carlos Prates partiu da própria direção da universidade.

 

"Ha muito tempo, a Newton Paiva é nossa locatária. Sempre tivemos um relacionamento muito sério, muito bom, e não temos nada a reclamar. Mas, com a pandemia, ficou proibido ter aulas presenciais, o que levou a universidade a perder vários alunos. Eles têm duas unidades menores e nos apresentaram o problema financeiro. Nós concordamos que eles saíssem. Daqui a pouco as coisas voltam ao normal”, afirmou. 

 

Mesmo com a crise financeira, ele também negou a existência de débitos antigos na locação do imóvel: "Não fomos contra a decisão. Fizemos uma vistoria e um acerto, que ficou bom para os dois lados. Ficou tudo no comum acordo. Temos que manter consideração pelos parceiros. Não ficou débito nenhum e nnehuma pendência". 

 

Fundada em 1972, a Newton Paiva pertencia aos irmãos Newton de Paiva Ferreira Filho, Paulo Newton de Paiva Ferreira e Maria Elvira Sales Ferreira, filhos do professor mineiro que dá nome à universidade. Em 2008, a instituição foi vendida para o grupo Splice, de Sorocaba (SP), depois de divergências entre os sócios. (com Roger Dias)


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade