Publicidade

Estado de Minas MISTÉRIO

Homem tenta matar vereador, mas acaba salvando sua vida

Polícia investiga se assassinato do vereador seria encomendado para abrir vaga na Câmara Municipal de Água Boa para suplente


05/05/2021 18:35 - atualizado 05/05/2021 18:54

Vista de Água Boa, cidade onde o vereador Marquin da Zica (Republicanos) foi vítima de um atentado(foto: Prefeitura de Água Boa/Divulgação)
Vista de Água Boa, cidade onde o vereador Marquin da Zica (Republicanos) foi vítima de um atentado (foto: Prefeitura de Água Boa/Divulgação)
A Polícia Civil de Capelinha, Vale do Jequitinhonha, está investigando um homem de 50 anos, acusado de tentar matar um vereador de Água Boa, município localizado a 50 quilômetros. Há suspeitas de que o crime seria encomendado, com o objetivo de abrir vaga a suplentes na Câmara Municipal.
Em 24 de março, o homem tentou matar o vereador Anaximandro Rodrigues da Silva (Republicanos), conhecido como Marquin da Zica, com mandato na Câmara Municipal de Água Boa. No Boletim de Ocorrência da Polícia Militar, os policiais que registraram a tentativa de homicídio, relataram que o homem foi até a casa do vereador e desferiu golpes na cabeça de Marquin da Zica com um bastão de madeira.
 
O vereador contou aos policiais que havia anunciado a venda de uma casa na localidade de Vila Nova Esperança, e que o homem demonstrou interesse em comprar o imóvel. Ele acompanhou o homem até à casa e, enquanto mostrava o imóvel, o homem pegou o bastão e começou a agressão.
 
Os dois entraram em luta corporal e o vereador conseguiu tomar o bastão do homem, que tentou mais uma vez matar o vereador, agarrando seu pescoço, tentando enforcá-lo. Enquanto apertava o pescoço do vereador, o homem disse que o mantaria a mando de outra pessoa.
 
De repente, o inesperado acontece, de acordo com os policiais. Ao ver que o vereador sangrava, o homem desistiu de matá-lo. Compadecido, o homem socorreu o vereador, levando-o para o Hospital de Água Boa.
 
Inexplicavelmente, enquanto durou o atendimento médico ao vereador, o homem ficou ao seu lado, impedindo que ele chamasse a polícia.

No dia seguinte, o vereador se encorajou e foi ao destacamento policial de Água Boa e registrou a ocorrência. Dias depois, o homem foi preso pela Polícia Civil, em Santa Maria do Suaçuí.
 
Os delegados que cuidam do caso afirmaram que estão investigando se o homem, de fato, tentou matar o vereador para dar vaga a suplentes, e que somente vão prestar informações detalhadas sobre o caso quando o inquérito policial for concluído.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade