Publicidade

Estado de Minas TRÁFICO DE DROGAS

Polícia apreende 'supermaconha' em duas ocorrências em BH

As duas apreensões de skunk, como é chamada a erva mais potente, aconteceram na Zona Leste da capital mineira


01/05/2021 10:47 - atualizado 01/05/2021 12:48

Drogas apreendidas na Renascença estavam escondidas no telhado da casa do traficante(foto: PMMG)
Drogas apreendidas na Renascença estavam escondidas no telhado da casa do traficante (foto: PMMG)

Uma droga, o skunk, como é chamada a supermaconha, droga mais potente que a maconha, que possui o princípio ativo THC (Tetra-hidro-canabinol), que andava desaparecida voltou a ser apreendida em Belo Horizonte. Em duas investidas, a PM apreendeu quatro quilos de skunk.

A primeira apreensão ocorreu na Rua Panema, no Bairro Renascença, onde agentes da Polícia Militar Rodoviária (PMRv), durante patrulhamento, desconfiaram de um jovem, de 18 anos, que estava de posse de um revólver.

 

Feita a abordagem, os policiais recolheram a arma e fizeram a revista no homem, encontrando dois quilos de skunk. Em seguida, os patrulheiros foram à casa do suspeito, onde foram recebidos pela mãe do detido, que permitiu que os militares entrassem na casa para fazer uma revista.

Foram encontrados 1 mil comprimidos de ecstasy e duas balanças de precisão. O preso foi encaminhado para o Ceflan 1.

 

Na Rua Quinze de Agosto, Bairro Vila Maria, militares do 16º BPM, prenderam outro jovem, de 20 anos, com dois quilos de skunk, além de cinco armas de fogo, sendo 3 submetralhadoras artesanais e dois revólveres.

A droga estava escondida no telhado da casa onde também havia uma barra de maconha, 10 porções de maconha, 300 pinos de cocaína, 75 kits com buchas de maconha.

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade