Publicidade

Estado de Minas FINAL FELIZ

Polícia evita assalto e resgata 21 pessoas mantidas como reféns

Ação foi em Contagem e dono do galpão, no Jardim Laguna, tinha sido vítima desses mesmos bandidos há uma semana


30/04/2021 19:35 - atualizado 30/04/2021 21:11

Reféns foram colocados no baú do caminhão de entregas que atendia ao comércio da Ceasa(foto: PMMG)
Reféns foram colocados no baú do caminhão de entregas que atendia ao comércio da Ceasa (foto: PMMG)

Um uma ação rápida do serviço de inteligência e policiais do GER, do 22º Batalhão de Policiamento Especial da Polícia Militar, resgatou 21 pessoas que eram feitas reféns durante assalto a um galpão, em Contagem.

O assalto, nesta sexta-feira (30/4), foi na Rua Macaúbas, Bairro Jardim Laguna.

Os três ladrões, identificados como Magela, PJ e X, foram presos e encaminhados para o Departamento Estadual de Investigação de Crimes Contra o Patrimônio (Depatri).

O Serviço de Inteligência da PM já vinha investigando a série de assaltos que vinham acontecendo em galpões de caminhões de empresas que atuam na Ceasa. O proprietário do galpão assaltado nesta sexta-feira já tinha sido vítima.

 

“O mesmo comerciante foi assaltado num outro galpão, que ocupava até a semana passada. Ele foi roubado em R$ 4 mil durante um assalto e, por isso, decidiu mudar-se para o novo galpão, onde os mesmos ladrões invadiram hoje. Ele e 10 funcionários tinham sido trancafiados num escritório”, conta o sargento Teixeira, que participou da operação que resultou na captura dos três ladrões.

 

Segundo o militar, o Serviço de Inteligência já vinha monitorando esses assaltos e nesta sexta-feira havia a desconfiança, mediante apurações, de que os ladrões voltariam a atacar, o que se confirmou.

 

Com isso, foi montada uma operação tendo como alvo os galpões do Jardim Laguna. Quando os policiais chegaram ao local, surpreenderam os ladrões, que mantinham a mulher do proprietário como refém. Os três homens foram rendidos.

 

A mulher contou que os ladrões renderam todos os funcionário, que foram colocados no baú de um caminhão, e queriam saber sobre o cofre da empresa. Queriam também saber onde estava o proprietário e ameaçavam, apontando-lhe armas, de que a mataria se não entregasse o cofre e o dinheiro. 

O proprietário, que é dono de uma empresa de caixotes para hortifrutigranjeiros, havia saído à pé. Depois de prenderem os ladrões, os policiais libertaram os 20 funcionários que tinham sido mantidos em cárcere privado, num caminhão baú, inclusive o dono deste veículo.

 

Segundo a PM, os ladrões são responsáveis por uma série de assaltos praticados na região do Jardim Laguna e eram procurados por homicídio, roubo, porte ilegal de arma e furto de veículos.

 

 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade