Publicidade

Estado de Minas POLÊMICA

PT pode expulsar vereador que violou caixão lacrado em Minas

O vereador William Faria (PT) foi afastado pela executiva estadual do partido depois de abrir caixão de homem que morreu supostamente por COVID-19


27/04/2021 11:40 - atualizado 27/04/2021 12:50

O vereador petista William Faria, no cemitério de Santa Bárbara do Leste, momentos antes de romper o lacre de um caixão de homem que supostamente morreu pela COVID-19(foto: Redes sociais/Reprodução)
O vereador petista William Faria, no cemitério de Santa Bárbara do Leste, momentos antes de romper o lacre de um caixão de homem que supostamente morreu pela COVID-19 (foto: Redes sociais/Reprodução)
 
A direção executiva do Partido dos Trabalhadores (PT) afastou o vereador William Faria, que cumpre mandato parlamentar na Câmara Municipal de Santa Bárbara do Leste, cidade localizada a 65 quilômetros de Caratinga.

Em nota, a executiva estadual do PT informou que "decidiu afastar imediatamente o vereador William Faria, de Santa Bárbara do Leste, em razão do lamentável fato ocorrido no último domingo (25/4), quando o parlamentar violou um caixão lacrado durante o funeral de um homem que faleceu com suspeita de COVID-19. O procedimento de lacre é uma determinação sanitária do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado de Saúde.

O vereador, de acordo com o Partido dos Trabalhadores, vai responder pelos seus atos no Conselho de Ética do PT-MG, como determina o estatuto partidário, em um processo que poderá culminar com a sua expulsão.

"Num dos momentos mais delicados vividos por toda a população mineira e brasileira em função da pandemia do novo coronavírus, a atitude do vereador representa uma ação violenta e desnecessária, além de ser uma grave ameaça à segurança sanitária", informou o PT, em nota.

Após o afastamento, o vereador responderá no Conselho de Ética do PT-MG, como determina o estatuto partidário, em um processo que poderá culminar com a sua expulsão.

Bombou na internet

O vereador William Faria (PT), de Santa Bárbara do Leste, bombou na internet com um vídeo no qual ele aparece empunhando um facão para abrir um caixão lacrado, com o corpo de um homem de 92 anos de idade, que morreu vítima de Síndrome Respiratória Aguda Grave.

Ele não gostou de ver o caixão lacrado e a família do homem sem poder velar o seu corpo. O vereador reprovou o procedimento adotado pela Prefeitura de Santa Bárbara do Leste (de lacrar o caixão), alegando que a morte do homem nada tinha a ver a com a COVID-19, e a família do morto tinha direito a realizar um funeral digno.

O vídeo mostrando o rompimento do lacre do caixão foi postado nas redes sociais do vereador e viralizou. E ganhou muitos compartilhamentos, chegando até à Polícia Civil, que agora está investigando o vereador por crime de Infração de Medida Sanitária Preventiva (Art. 268 do Código Penal).


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade