Publicidade

Estado de Minas Lei Maria da Penha

Grávida é agredida após se negar a lavar roupa de companheiro de madrugada

Homem ordenou que a mulher lavasse a roupa dele à meia-noite e depois mandou que repetisse a limpeza. Agressão ocorreu em casa que acolhe ex-drogados em BH


26/04/2021 19:21 - atualizado 26/04/2021 20:44

Casal estava em uma residência que acolhe ex-drogados no Bairro Renascença, Região Nordeste de BH(foto: Google Street View/Reprodução)
Casal estava em uma residência que acolhe ex-drogados no Bairro Renascença, Região Nordeste de BH (foto: Google Street View/Reprodução)

Um homem foi preso na manhã desta segunda-feira (26/4) depois de ter espancado a companheira, grávida de cinco meses, por ela ter se recusado a lavar uma camisa dele. O fato ocorreu numa residência que acolhe ex-drogados, na Rua Madeira, no Bairro Renascença, Região Nordeste de Belo Horizonte.

O crime, que é punido segundo a Lei Maria da Penha, ocorreu no início da madrugada. Segundo a vítima, o companheiro chegou ao quarto pouco depois da meia-noite, "com aparência de que estaria drogado", e exigiu que ela lavasse sua camisa.

 

A mulher contou aos policiais que fez o que ele mandara, no entanto, ele não aprovou a limpeza e mandou que ela lavasse novamente a camisa. Ela contestou, os dois discutiram, ele a agrediu e ela acabou lavando novamente a roupa.

 

Quando terminou, o homem mandou que a mulher tirasse a roupa dela e também a lavasse, pois estava suja de sangue. A vítima obedeceu o companheiro, esperou que ele dormisse e somente nas primeiras horas da manhã desta segunda resolveu chamar a polícia.

 

Quando a viatura da PM chegou ao local, a mulher estava sentada no meio-fio. Disse que não chamou os policiais de imediato por medo do homem.

Medida protetiva

 

 

Os militares ficaram surpresos quando a mulher contou que está grávida do companheiro, de cinco meses, e disse também que tinha uma medida protetiva contra ele.

No entanto, na semana passada, ele a procurou pedindo desculpas e prometendo que não a machucaria mais.

A mulher foi levada para o Hospital Odilon Behrens, onde está internada, e o homem, encaminhado para o sistema penal.



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade