Publicidade

Estado de Minas SONHO REALIZADO

Vídeo: menino emociona ao pedir PM que levasse o pai no seu aniversário

Fato ocorreu em Muriaé, na Zona da Mata; militares atenderam apelo do garoto feito pelo 190 e fizeram festa para Kaio Souza, que completou 9 anos


22/04/2021 15:06 - atualizado 22/04/2021 17:37

Kaio conseguiu realizar o sonho e ter o pai no seu aniversário de 9 anos (foto: Policia Militar/divulgação)
Kaio conseguiu realizar o sonho e ter o pai no seu aniversário de 9 anos (foto: Policia Militar/divulgação)

aniversário de uma criança em Muriaé (Zona da Mata) levou a um atendimento  inusitado pela Policia Militar e a uma emocionante história, registrada em vídeo. A filmagem ganhou destaque nas redes sociais.
 
O personagem central da historia é o menino Kaio do Carmo Souza. Na tarde de domingo (18/4), recorrendo a um telefone público (o antigo “orelhão”), Kaio, que mora no Bairro Santana, ligou para o serviço 190 do 47º Batalhão da Policia Militar de Muriaé.
 
Ao ser atendido, o garoto solicitou à PM que “mandasse uma viatura” até outro bairro da cidade (Patrimônio) para que, no dia seguinte, levasse o pai até ele.


Kaio informou que na segunda-feira (19/4), ele completaria 9 anos, mas teria ficado sabendo que o pai (separado da mãe) havia dito que não iria ao aniversário do filho. O menino teria tomado conhecimento da negativa do pai de visitar o filho por meio de uma mensagem em celular da mãe, a dona de casa Flaviane do Carmo Oliveira, de 35.
 
A ligação foi recebida pelo cabo Lenilson Andrade Amaral. Diante do pedido inusitado, o militar disse: “Pode ficar tranquilo, às vezes ele (o pai) não pode te dar o presente, mas alguém vai te dar”.
 
O menino causou emoção quando respondeu: “Não. Não pedi nada não”. E acrescentou: “Eu só quero que meu pai venha me ver”.
 
Sensibilizados com a história, os policiais do 47º Batalhão da PM começaram a se organizar para fazer uma surpresa para a criança, que tem dois irmãos. Eles conseguiram localizar o pai de Kaio, o auxiliar mecânica desempregado Eduardo Jose de Souza, de 41, e tentaram convencê-lo a atender aos apelos do filho.
 
Na noite de segunda-feira (19/4), oito militares foram até a casa de Kaio, no Bairro Santana, onde fizeram uma festinha pra ele, com bolo, refrigerante e brinquedos. Na hora do parabéns, a criança recebeu o grande presente: a visita de surpresa e o abraço do pai, Eduardo, que se deslocou até o local por conta própria, depois de ser convencido pelos militares que atendesse desejo do filho.
 
“Meu sentimento é de dever cumprido por ter conseguido atender ao pedido da criança que ligou para o 190. O menino ligou para a PM, querendo um socorro, uma providência, já que o pai alegou que não poderia comparecer naquela data tão importante”, afirma o cabo.
 
“Foi um coisa simples, mas que vai ficar guardada para sempre na minha memória como policial militar. Não foi uma ocorrência, mas um fato que merece destaque e vai ficar gravado também na memória do Kaio”, completa Amaral.
 
Orgulho de ajudar as pessoas

Pedido de aniversário do garoto Kaio emocionou policiais(foto: Policia Militar/divulgação)
Pedido de aniversário do garoto Kaio emocionou policiais (foto: Policia Militar/divulgação)


O cabo Eduardo Ramos Monteiro de Castro, da assessoria de Comunicaçao do 47º BPM, também participou da “surpresa” feita para o menino e destaca a relevância do acontecimento.

 “Nosso sentimento é de satisfação ao usar a nossa profissão de policial militar para ajudar o próximo, principalmente, em poder ajudar uma criança, com a pureza e olhos sinceros. Então, isso foi muito gratificante”, diz o cabo Monteiro.
  
"A Polícia Militar não somente é relatora de registros de ocorrências, mas sim é uma instituição que está sempre pronta paar atender ao cidadão, seja qual for o problema dele. Saber que o menino teve como referência a PM ao ligar para a corporação, eu tenho a prova de que fiz a escolha certa de ser policial militar, que é um orgulho muito grande”, avalia o cabo Monteiro.
 
Por sua vez, o sargento Adriano Winger Ribeiro, que organizou a festinha/surpresa de Kaio declara que o aniversário do garoto foi uma data marcante em sua carreira de quase 27 anos como militar. 

O militar o informa que no domingo foi à casa da família e conversou com a criança, que contou mais detalhes sobre o seu sonho de comemorar o aniversário e ver o pai, separado da mãe. “Eu falei que voltaria no dia seguinte para fazer uma foto, mas não contei nada sobre a festinha de aniversário”, disse.
 
Adriano relata que na segunda-feira a noite, após os “parabéns”, ao ser perguntado qual era a pessoa que ele mais gostava e iria oferecer o primeiro pedaço do bolo, Kaio respondeu o nome do sargento da PM. 
  
“Confesso que fiquei muito emocionado. Foi um momento ímpar na minha vida. Espere que o garoto se torne um grande homem e que eu possa carregar essa história na minha mente enquanto eu tiver vida nessa terra”, declara o policial militar.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade