Publicidade

Estado de Minas TIROTEIO

Quatro homens e uma mulher morrem após troca de tiros com a PM em Minas

Segundo a PM de Conquista, suspeitos tinham extensa ficha criminal e morreram após ocupante de Fiat Uno iniciar o tiroteio contra militares


20/04/2021 10:58 - atualizado 20/04/2021 11:33

Segundo o BO da PM de Conquista, as armas dos militares envolvidos no tiroteio foram recolhidas e caso será investigado(foto: PMMG/Divulgação)
Segundo o BO da PM de Conquista, as armas dos militares envolvidos no tiroteio foram recolhidas e caso será investigado (foto: PMMG/Divulgação)
Cinco suspeitos de roubo de carga, quatro homens e uma mulher, morreram após troca de tiros com equipe do 32° Batalhão da Polícia Militar (PM), no final da noite desta segunda-feira (19/4), na MG-464, proximidades da cidade de Conquista, na região do Triãngulo Mineiro.

 
Segundo o boletim de ocorrência da PM, os homens que estavam em veículo VW Gol azul, que seria usado para cometer os crimes, foram baleados dentro de carro após tentativa de furar bloqueio e disparem tiros contra bloqueio policial.

Ainda de acordo com a PM, os suspeitos chegaram a ser socorridos com vida por três viaturas policiais e foram levados para Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (HC-UFTM), em Uberaba, onde, pouco tempo depois, foi constatado o óbito. 
 
Conforme a PM, os homens têm extensa ficha criminal, com registros de favorecimento à prostituição, roubo, desobediência, ameaça, receptação, infração de medida sanitária preventiva, embriaguez ao volante, porte ilegal de arma de fogo, entre outros.
 
No momento do tiroteio, dois deles estavam portando tornozeleiras eletrônicas, mas os equipamentos estavam envoltos em papel alumínio, possivelmente, com intuito de interromper a emissão de sinal e, consequentemente, o rastreamento pela central de monitoramento. 
 
Segundo os militares, o ocupante de Fiat Uno preto que conseguiu fugir, começou o tiroteio.

De acordo com o serviço de inteligência do 32º BPM, o bando atuava em roubos de cargas na região do Triângulo Mineiro, o que levou a corporação a montar operação entre as cidades de Uberlândia, Delta e Uberaba. 
 
No momento do cerco/bloqueio, a PM identificou um segundo veículo junto o VW Gol, provavelmente um Fiat Uno preto. Inicialmente, ainda de acordo com o boletim policial, um homem de roupa preta e boné verde desembarcou do Uno de posse de uma pistola e efetuou disparos contra os militares e, em ação simultânea, os ocupantes do outro veículo também começaram a disparar contra os policiais, dando início a troca de tiros.
 
Momentos depois, o homem que iniciou os disparos contra os militares fugiu entrando em canavial, não sendo mais localizado, assim como os ocupantes do Uno, abandonando os demais integrantes do bando criminoso. 
 
Simultaneamente, os homens que estavam sentados no banco traseiro do VW Gol desembarcaram e continuaram efetuando disparos contra as equipes policiais, que também revidaram. 
 
O boletim de ocorrência da PM revelou ainda que encontradas armas de fogo com todos os suspeitos que foram mortos e ainda um revólver calibre 38 municiado com seis munições deflagradas, caído entre dois deles.
 
A Perícia técnica da Polícia Civil de Araxá esteve no local e realizou os serviços e praxe, sendo que as armas e munições utilizadas pelos autores foram encaminhadas à sede da PC de Conquista. 
 
“As providências judiciárias relativas aos militares e as armas institucionais utilizadas para a defesa da vida dos militares foram devidamente tomadas”, diz trecho do BO da PM.

Os baleados que morreram em tiroteio com a PM, foram G.S.S, de 44 anos, do Rio de Janeiro (RJ); J.R.A.J, de 22, de Catalão (GO); P.H.R.S, de 26, de Uberlândia; R.I.P., de 38, de João Pinheiro, e T.L.S, de 30 anos, de Capela (SE).


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade