Publicidade

Estado de Minas GRANDE BH

Assaltantes invadem subestação da Cemig e roubam produtos

Crime ocorreu nesta madrugada e as vítimas foram amarradas enquanto os criminosos recolhiam de notebooks a bobinas de fios de cobre


31/03/2021 11:56 - atualizado 31/03/2021 12:39

Subestação da Cemig foi invadida nesta quarta-feira por criminosos armados(foto: Reprodução da internet/Google Maps)
Subestação da Cemig foi invadida nesta quarta-feira por criminosos armados (foto: Reprodução da internet/Google Maps)
A Polícia Militar (PM) procura quatro homens suspeitos de render funcionários de uma subestação da Cemig para roubar. A unidade fica na Fazenda Colina, no limite entre Ribeirão das Neves e Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte. 

De acordo com o boletim de ocorrência, os bandidos chegaram ao local durante a madrugada desta quarta-feira (31/03). Eles estavam encapuzados e armados. Os criminosos teriam rendido o vigia que estava na guarita e perguntaram onde as armas estavam guardadas. A vítima, então, disse que não existiam armas no local.

Com o homem rendido, os autores foram até uma sala e renderam dois funcionários. No local o quarteto roubou oito notebooks, quatro celulares, um drone e a carteira de uma das vítimas. Todos foram amarrados com fios enquanto os bandidos realizavam o assalto.

Os trabalhadores foram obrigados a carregar um caminhão com mais de 10 bobinas de fios de cobre. Neste momento, um outro funcionário foi rendido e amarrado.

Os ladrões fugiram levando os produtos roubados, o caminhão e ainda levaram o carro de uma das vítimas. Toda a ação foi registrada pelas câmeras de segurança do local. Os autores ainda não foram localizados.

O que diz a Cemig


A Cemig confirmou o assalto na Subestação Neves I. “A companhia ressalta que nenhum colaborador foi ferido na ocorrência e está prestando toda assistência a eles. A Cemig  fez boletim de ocorrência na Polícia Militar e está cooperando com as autoridades nas investigações. Por fim, a empresa informa, ainda, que nenhum cliente foi impactado por falta de energia em função da ação criminosa”, diz a nota divulgada nesta manhã. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade