Publicidade

Estado de Minas Abusos sexuais

Irmãos que abusaram de criança, em Uberlândia, são presos no Ceará

Crime ocorreu em julho do ano passado; a menina, de 8 anos, era enteada de um dos homens


05/03/2021 18:22 - atualizado 05/03/2021 19:09

Presos foram transportados de Fortaleza para Uberlândia em avião da Polícia Militar de Minas(foto: PCMG/Divulgação)
Presos foram transportados de Fortaleza para Uberlândia em avião da Polícia Militar de Minas (foto: PCMG/Divulgação)

Policiais de Uberlândia, no Triângulo Mineiro, prenderam nesta sexta-eira (5/3), no Ceará, dois irmãos que abusaram de uma menina de oito anos. Também nesta sexta, em Itaúna, Centro-Oeste do estado, policiais prenderam um dos envolvidos no estupro de duas adolescente, de 14 e 15 anos.

A polícia de Uberlândia deflagrou a Operação Anjos da Guarda, em conjunto com a Polícia Civil do Ceará. Eles conseguiram prender, em Juazeiro do Norte, os irmãos, de 24 e 29 anos, acusados de abusar sexualmente da enteada de um deles. A menina tem apenas 8 anos.

 

O crime ocorreu em julho do ano passado, em Uberlândia. Foram oito meses de investigações. A partir do momento que os policiais descobriram que os irmãos poderiam estar no Ceará, passaram a trocar informações com policiais daquele estado.

 

Os primeiros indícios eram de que os criminosos estariam escondidos na cidade de Salitre. “Após confirmação, pedimos auxílio à Polícia Militar cearense para o cumprimento do mandado de prisão. Os irmãos foram presos em um sítio”, diz a delegada Lia Valechi, que comandou as investigações.

 

Já havia, inclusive, mandados de prisão preventiva contra os suspeitos. Lia Valechi diz que os irmãos teriam praticado o crime de forma sucessiva.

“Assim que o pai biológico da menina soube do fato, denunciou o caso e, desde aquela data, iniciamos as investigações. Quando os suspeitos souberam que a polícia os procurava, fugiram.”

 

A delegada conta ainda que o homem investigado pelo estupro da enteada tem um filho de 5 anos com a mãe da vítima. A família morava em Uberlândia havia algum tempo.

O irmão dele é suspeito também de ter praticado outro estupro na cidade, contra uma sobrinha de 11 anos, cujo caso está sendo investigado.

 

Itaúna

 

A Polícia Civil, com apoio do Ministério Púbico de Minas Gerais, deflagrou a operação “Save the kids” (Salve as crianças), que resultou na prisão, em flagrante, de um suspeito de estupro de vulnerável, tráfico de drogas e corrupção de menores, em Itaúna.

Um segundo envolvido no crime, um adolescente, continua foragido.

 

As investigações do caso tiveram início em novembro, segundo o delegado Leonardo Pio, que comanda a operação. Segundo ele, a denúncia acusava o diretor de uma escola, que também é professor e líder comunitário, de envolvimento em abuso e aliciamento de crianças e adolescentes.

 

“Recebemos informações de que o investigado aliciava as vítimas, fornecendo a elas dinheiro, presentes, comidas e favores a troco de prática de sexo”, afirma.

 

Até o momento, foram identificadas duas vítimas, uma de 14 anos e outra de 15 .

O suspeito, de 33 anos, tem registros policiais pelo mesmo crime, de estupro de vulnerável.

 

Foram cumpridos três mandados de busca e apreensão, quando foram confiscados dois celulares, pen drives, dois computadores e porções de maconha.

O material foi encaminhado para a perícia e será analisado no âmbito do inquérito policial.

A Delegacia de Itaúna contou com a colaboração, nesta investigação, de policiais de Divinópolis.  


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade