Publicidade

Estado de Minas FEMINICÍDIO

Polícia procura secretário de Obras acusado de matar a mulher em Minas

Cláudio Moreira da Silva está foragido desde que matou a companheira a tiros em frente a uma farmácia


04/03/2021 21:07 - atualizado 04/03/2021 22:15

Santo Antônio do Rio Abaixo vive dias dramáticos após o feminicídio(foto: World Trade Center/Wikimedia Commons)
Santo Antônio do Rio Abaixo vive dias dramáticos após o feminicídio (foto: World Trade Center/Wikimedia Commons)

A pequena cidade de Santo Antônio do Rio Abaixo, na Região Central de Minas, viveu uma tragédia nessa terça-feira (2/3). Uma jovem de 28 anos foi morta a tiros por um homem em frente a uma farmácia. O principal suspeito do crime é o secretário municipal de Obras e Serviços Urbanos, Cláudio Moreira da Silva.

 

Os moradores do município de apenas 1,7 mil habitantes estão assustados com o caso. Testemunhas contam que o crime aconteceu no Centro da cidade.

 

Claudinho, como era conhecido o secretário, também é acusado de manter uma relação abusiva com a vítima. Segundo uma moradora da cidade ouvida pelo Estado de Minas, ele já havia agredido a jovem diversas vezes.

 

Em uma das agressões mais recentes, a vítima decidiu deixar a cidade e ir para a casa da irmã. Porém, no dia do crime, ela estava em Santo Antônio do Rio Abaixo para batizar o filho do casal, que é recém-nascido.

 

O crime aconteceu em frente à criança, que no momento dos tiros era carregada por uma atendente da farmácia. Depois de atirar, o homem fugiu de carro. Ele abandonou veículo próximo a uma mata, entrou na vegetação e não foi mais visto.

Foragido

 

 

Até a publicação desta matéria, o suspeito não havia sido localizado. “Todos os esforços estão sendo empenhados pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) para apurar as circunstâncias, a autoria e a motivação do crime”, informou a instituição.

 

A Polícia Civil informou que o inquérito foi instaurado e não deu mais detalhes sobre a investigação.

 

“Testemunhas serão ouvidas, e o suspeito interrogado nos próximos dias. Mais informações serão repassadas em momento oportuno para não atrapalhar as investigações”, acrescentou em nota.

 

A reportagem procurou a Prefeitura de Santo Antônio do Rio Abaixo e aguarda posicionamento.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade