Publicidade

Estado de Minas LESTE DE MINAS

Chuvas causam estragos em Timóteo, que pode decretar situação de emergência

A Prefeitura interditou parcialmente a Avenida Universal, no bairro Novo Tempo, por causa da ruptura da tubulação pela qual passa o córrego do Timotinho


13/02/2021 17:31 - atualizado 13/02/2021 18:15

O trecho da Avenida Universal, no Bairro Novo Tempo, próximo ao córrego Timotinho, foi interditado depois que a tubulação ponde onde passa a água se rompeu(foto: Divulgação/Prefeitura de Timóteo)
O trecho da Avenida Universal, no Bairro Novo Tempo, próximo ao córrego Timotinho, foi interditado depois que a tubulação ponde onde passa a água se rompeu (foto: Divulgação/Prefeitura de Timóteo)
Os estragos provocados pelas fortes chuvas em Timóteo, no Vale do Aço, e que atingem o município desde domingo (7/2), com possibilidade de se estender na próxima semana, levaram o prefeito de Timóteo, Douglas Willkys, a avaliar o decreto de situação de emergência.
 
A elaboração do decreto permitiria a tomada de ações de forma imediata para atuar na contingência ante os impactos das ocorrências. A previsão é de que o decreto seja publicado até segunda-feira (15/2).

O município de Timóteo sofreu com as fortes chuvas registradas na madrugada desta sexta-feira (12/2), que provocaram danos como a queda de muro de arrimo, enxurradas e a interdição parcial da Avenida Universal, no Bairro Novo Tempo em função da ruptura da tubulação pela qual passa o córrego do Timotinho. De acordo com a Defesa Civil, a precipitação pluviométrica foi da ordem de cerca de 30 milímetros em cinco horas.

O maior problema foi a interdição total de um trecho da Avenida Universal, de aproximadamente 300 metros, cujo asfalto afundou parcialmente em função da ruptura da tubulação do bueiro celular triplo, que serve para a passagem das águas do córrego do Timotinho.  

O prefeito de Timóteo, Douglas Willkys, e o vice-prefeito, professor José Vespasiano, acompanharam pessoalmente os trabalhos da equipe da Defesa Civil, de Obras e de Planejamento, que já iniciaram os estudos para a recuperação do trecho. 

Marques Valgas, coordenador da Defesa Civil, disse que a obra de recuperação do trecho da Avenida Universal é de alta complexidade e há previsão para a liberação deste trecho. "É importante salientar que a interdição é para todos os tipos de veículos e também para os pedestres, pois o local não apresenta condições de segurança para o tráfego. O deslocamento deverá ser realizado pela Avenida Ana Moura ou pela chamada Avenida Sanitária no Vale Verde”, disse.

De acordo com a Subsecretaria de Habitação e Defesa Civil de Timóteo, desde domingo passado a cidade contabiliza estragos decorrentes da intensificação do volume de chuvas. 

“Neste período chuvoso, a Defesa Civil está de prontidão para atender as eventuais ocorrências de sinistros, bem como tem feito o monitoramento diário do volume do Rio Piracicaba”, disse Valgas.

Também na sexta-feira, houve necessidade de interdição parcial da Avenida Alexandre Torquetti, no bairro Alegre, para a realização da limpeza da pista que foi atingida por enxurrada. A limpeza foi concluída na parte da manhã.  

No Bairro Novo Tempo, houve o rompimento de um muro de arrimo na Rua Constelação, próximo a uma encosta, fazendo com que a enxurrada entrasse no imóvel. Não houve interdição da residência.

No domingo, a enxurrada invadiu um imóvel na Rua Carmem Cotta, bairro João XXIII. No Novo Tempo, houve o desabamento de uma laje que colocou em risco quatro edificações. Os imóveis foram interditados e as famílias tiveram assistência da Prefeitura. No Bairro Serenata, um muro de contenção rompeu atingindo a área de serviços. Não houve necessidade de interdição.
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade