Publicidade

Estado de Minas

Polícia registra dois crimes sexuais contra menores em Minas Gerais

Em Nanuque, homem abusava de enteada há seis anos. Em São Joaquim de Bicas, agressor atacou adolescente


04/02/2021 20:20

Segundo foi apurado, a mãe tinha conhecimento dos fatos(foto: Jose Luis Navarro )
Segundo foi apurado, a mãe tinha conhecimento dos fatos (foto: Jose Luis Navarro )
Os crimes sexuais seguem ocorrendo em evidência em toda Minas Gerais, no entanto, o número de prisões para essas denúncias têm aumentado a cada dia. Um suspeito de abusar sexualmente de uma menor de 11 anos foi preso em Nanuque, no Vale do Mucuri, e um homem que suspeito de tentar estuprar uma adolescente foi capturado em São Joaquim de Bicas, na área Central do Estado.

Em Nanuque, o suspeito tem 31 anos, e é acusado de abusar sexualmente da própria enteada, de 11 anos. A investigação teve início a partir de uma denúncia recebida pela Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos. Segundo esta, o homem abusava sexualmente da vítima desde quando ela tinha cinco anos.
 
Segundo foi apurado, a mãe tinha conhecimento dos fatos. Uma testemunha confirmou o crime dizendo que os abusos eram constantes e que ela, inclusive, já presenciou, mas foi ameaçada caso denunciasse.
 
Além do cumprimento de mandado de prisão, foi realizado, também, mandado de busca e apreensão na residência do suspeito, onde foram encontrados dois celulares usados para fazer imagens da vítima.

Adolescente

Em São Joaquim de Bicas, foi preso um suspeito de tentar estuprar e matar uma adolescente. O crime ocorreu no dia 1º de fevereiro, e o homem foi preso em Betim, na Grande BH.

O suspeito trabalha no mesmo estabelecimento comercial em que a vítima. No dia do crime, o investigado teria tentado sufocar a jovem com um pano embebido em álcool para tentar desmaiá-la. No entanto, lá permaneceu acordada e, ao perceber isso, o homem tentou estrangular a adolescente e cometer outras agressões, dizendo que gostava dela e que ela não poderia ter outra pessoa.

Segundo a vítima, o agressor ainda a arrastou até o banheiro, onde ela teve a cabeça batida contra o vaso sanitário, que acabou se quebrando. Ela contou também que o suspeito tentou beijá-la e abusado dela, além de ter ameaçado de morte caso contasse a alguém. A mãe da vítima disse que o suspeito teria alegado que eles morreriam juntos.
 
O homem possui passagem policial por tentativa de feminicídio. Na delegacia, ele negou que tenha atacado a adolescente, e afirmou que a vítima, após desentendimento entre eles, o teria empurrado e ele que caiu no banheiro.

No entanto, o exame de corpo de delito não constatou nenhuma lesão no homem. Ainda Polícia segundo o investigado, quando o patrão dele chegou ao local, a vítima teria tentado culpá-lo por tentativa de abuso.

Como não existe mais uma situação de flagrante, a prisão foi preventiva. O mandado de prisão foi cumprido e o investigado encontra-se no sistema prisional.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade