Publicidade

Estado de Minas FEMINICÍDIO

Homem que matou amante a facadas é condenado a 20 anos de prisão, em Neves

Inicialmente, ele cumprirá a sentença em regime fechado


29/01/2021 15:02 - atualizado 29/01/2021 15:56

Julgamento ocorreu no Fórum de Ribeirão das Neves(foto: Google Street View/Reprodução)
Julgamento ocorreu no Fórum de Ribeirão das Neves (foto: Google Street View/Reprodução)
Condenado a 20 anos de prisão o homem que matou Maria Rita Ferreira da Silva a facadas em 28 de abril de 2019. Weslley Dicares Patrício Marra, de 38, foi julgado no Fórum de Ribeirão das Neves, cidade onde aconteceu o crime.
 
Ele era casado e mantinha relacionamento extraconjugal com Maria Rita, então com 45 anos, que deu fim à relação após o homem não aceitar se separar da esposa.

Inconformado, Weslley armou uma emboscada na casa de Maria e a matou com facadas no peito e no abdômen, durante a madrugada.
 
No momento do crime, a filha de Maria Rita estava na casa e testemunhou o ocorrido.

A juíza Mariana Siani realizou a sessão e sentenciou Weslley a 20 anos de prisão, inicialmente em regime fechado
 
Ele está em prisão preventiva desde 29 de abril de 2019 e, por isso, já cumpriu um ano e nove meses da sentença, restando 18 anos e três meses para pagar.
 
 
*Estagiária sob supervisão da subeditora Kelen Cristina


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade