Publicidade

Estado de Minas AÇÃO HUMANITÁRIA

Força tarefa realiza translado de pacientes de Manaus para hospital de MG

Todos os 18 pacientes chegaram com o quadro clínico estável e foram encaminhados para o Hospital Regional José Alencar, em Uberaba


25/01/2021 09:38 - atualizado 25/01/2021 10:13

o avião da FAB com os pacientes de Manaus chegou ao aeroporto de Uberaba por volta das 19h30 deste domingo (24/01)(foto: André Santos/Prefeitura de Uberaba)
o avião da FAB com os pacientes de Manaus chegou ao aeroporto de Uberaba por volta das 19h30 deste domingo (24/01) (foto: André Santos/Prefeitura de Uberaba)
Dezoito pacientes de Manaus (AM) infectados pela Covid-19 foram recebidos no aeroporto de Uberaba, no Triângulo Mineiro, na noite desse domingo (24/1) por uma força tarefa composta por equipes da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Superintendência Regional de Saúde (SRS), Corpo de Bombeiros (CB), Defesa Civil (DC), Polícia Militar (PM), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Ubervidas e Infraero. Todos foram rapidamente transferidos para o Hospital Regional José Alencar.

 
O avião da Força Aérea Brasileira (FAB) chegou neste domingo (24/01) por volta das 19h30, e, em seguida, rapidamente, os pacientes foram encaminhados em ambulâncias do Samu, CB e Ubervidas para uma ala exclusiva do HR, que agora passou atender somente pessoas que foram infectadas pelo novo coronavírus.
 
Os pacientes foram rapidamente retirados do avião(foto: André Santos/Prefeitura de Uberaba)
Os pacientes foram rapidamente retirados do avião (foto: André Santos/Prefeitura de Uberaba)
 
De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, acompanhados de quatro enfermeiros e dois médicos, todos os pacientes chegaram com quadro clínico estável.
 
Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura de Uberaba, a condução dos passageiros até a unidade hospitalar foi concluída em aproximadamente uma hora. 
 
Chegada de um dos 18 pacientes para ala exclusiva do Hospital Regional(foto: André Santos/Prefeitura de Uberaba)
Chegada de um dos 18 pacientes para ala exclusiva do Hospital Regional (foto: André Santos/Prefeitura de Uberaba)
“De acordo com informações da equipe médica, o quadro de saúde dos pacientes foi considerado bom na primeira avaliação”, informou nota da assessoria de imprensa da PMU. 

Caminhão-pipa desinfetou aeroporto e Hospital Regional
 
Neste domingo (24/1) a Companhia Operacional de Desenvolvimento, Saneamento e Ações Urbanas (Codau) mobilizou suas equipes para dar apoio técnico na chegada do avião da FAB em Uberaba.  
 
Dentro do aeroporto Mário de Almeida Franco, um esquema foi montado para desinfetar a pista de pouso nos espaços específicos da remoção dos pacientes, área da imprensa e de autoridades. 
 
Além disso, de acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura de Uberaba, um caminhão-pipa carregado com 15 mil litros de solução sanitizante ficou a postos para, logo após a saída dos pacientes da aeronave e pessoal da saúde, iniciar o despejo do líquido.
 
“Outra frente foi montada com agentes da empresa terceirizada de limpeza urbana (Lara Central de Tratamento de Resíduos,) que utilizaram borrifadores costais, contendo o produto, para fazer também a desinfecção mais detalhada dos espaços por onde a tripulação da aeronave e equipe médica de Manaus circularam.
 
No roteiro do caminhão pipa também foi determinado, ainda na noite deste domingo, a desinfecção das ruas no entorno do Hospital Regional, para onde os pacientes foram transferidos”. 
 
Uberaba registra mais duas mortes em 24h
 
Segundo o último boletim epidemiológico da COVID-19, divulgado na noite deste domingo (24/01), a cidade de Uberaba registrou 70 novos casos da doença e dois óbitos. Trata-se de um homem de 62 anos, que estava internado a 24 dias em hospital público e uma mulher de 70 anos, que ficou internada durante seis dias em hospital público.
 
Agora, Uberaba totaliza 266 óbitos causados pela COVID-19 e soma 11.899 casos confirmados da doença.
 
Ao todo, 72 pessoas estão internadas no município. Os pacientes de Uberaba são 24 na UTI e 29 na enfermaria, já os pacientes de cidades vizinhas são 11 na UTI e 8 na enfermaria. 

Com relação da ocupação dos leitos públicos está 29% na UTI e 24% na enfermaria. Já na rede privada a ocupação é de 69% na UTI e 37% na enfermaria.




receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade