Publicidade

Estado de Minas

Polícia procura suspeitos de agredir duas mulheres na Grande BH

Em Santa Luzia, mulher foi esfaqueada pelo companheiro. Horas depois, em Contagem, jovem foi atacada pelo ex, que a golpeou com uma pedra no rosto


25/01/2021 09:14 - atualizado 25/01/2021 09:20

Mulher esfaqueada precisou ser transferida para o Hospital Risoleta Neves, em Venda Nova(foto: Túlio Santos/EM/DA Press)
Mulher esfaqueada precisou ser transferida para o Hospital Risoleta Neves, em Venda Nova (foto: Túlio Santos/EM/DA Press)


Em um intervalo de menos de cinco horas, a Polícia Militar (PM) registrou dois casos de agressão de mulheres na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ambas as vítimas precisaram ser hospitalizadas com lesões graves. Os homens fugiram e são procurados pela polícia. 

A primeira ocorrência foi em Santa Luzia. De acordo com a PM, acionada por volta das 22h45, uma mulher de 47 anos foi esfaqueada pelo companheiro, de 45. A vítima disse que eles estavam no São Benedito quando tiveram uma discussão e, em seguida, ele pegou uma faca e a atingiu no abdômen. 

A mulher foi levada por vizinhos ao Pronto Atendimento (PA) do bairro, mas precisou ser transferida para o Hospital Risoleta Neves. Os policiais fizeram buscas, mas até a manhã desta segunda-feira o suspeito não havia sido localizado. A ocorrência foi encaminhada à 3ª Delegacia de Polícia de Santa Luzia. 

Poucas horas depois, às 2h20 desta segunda-feira, uma jovem de 26 anos foi atacada pelo ex-namorado, de 24. O crime foi no Bairro Boa Vista, em Contagem

Conforme o boletim de ocorrência, a vítima disse que teve um relacionamento com o agressor por três meses, mas disse que decidiu terminar a relação porque ele é ciumento e possessivo. 

Eles chegaram a morar juntos por algum tempo, mas ele se mostrou agressivo. À Polícia Militar, a jovem contou que já havia sido agredida por ele em outras ocasiões, e em uma delas foi parar no hospital. 

Nesta madrugada, ela estava passando perto da casa da mãe quando foi surpreendida pelo ex, que começou a espanca-la. O homem chegou a usar uma pedra para atingi-la no rosto, e fugiu. 

A jovem sofreu vários traumas na face, edemas e fraturas, principalmente no nariz. Ela foi levada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Bairro Ressaca, onde ficou em observação. 

Ainda de acordo com a PM, a tia da vítima confirmou as agressões e disse que ele já feriu gravemente outras duas mulheres. A PM encontrou boletins de ocorrência em nome dele. A jovem foi orientada a solicitar uma medida protetiva contra o suspeito, que ainda não foi localizado. O registro da ocorrência foi feito na 7ª Delegacia de Polícia de Contagem. 

Como denunciar


Casos de violência doméstica ou outros crimes podem ser denunciados, de forma anônima, pelos telefones 190 (Polícia Militar) e 180 (Central de Atendimento à Mulher). 

Alguns tipos de crimes, como ameaça, lesão corporal e descumprimento de medida protetiva podem ser denunciados pela internet na página da Delegacia Virtual do Estado de Minas Gerais.

Na capital, também há delegacias e outros serviços especializados em atendimento às mulheres vítimas de violência. Confira abaixo:

Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher, ao Idoso e à Pessoa com Deficiência
Endereço: Avenida Barbacena, 288, Barro Preto
Telefone: (31) 3330-5752

Centro Risoleta Neves de Atendimento à Mulher (Cerna)
Endereço: Avenida Amazonas, 558, Centro
Telefone: (31) 3270-3235/3270-3296

Defensoria Especializada de Defesa da Mulher Vítima de Violência
Telefone: (31) 98475-2616/ (31) 984643797/ (31) 98239-8863

Centro Especializado de Atendimento à Mulher (Benvida)
Endereço: Rua Hermilo Alves, 34, Santa Tereza
Telefone: (31) 98873-2036

Atenção: se na sua cidade não houver nenhum serviço especializado de atendimento à mulher em situação de violência entre em contato com a delegacia de polícia mais próxima, com serviço de assistência social do seu município (ou CRAS) ou com a Promotoria de Justiça da comarca.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade