Publicidade

Estado de Minas MUDANÇAS

FAB adia chegada de pacientes de Manaus a Uberaba

Todos os 18 pacientes serão encaminhados ao Hospital Regional que volta a ser exclusivo para casos da COVID-19


24/01/2021 09:55 - atualizado 24/01/2021 13:55

Pacientes não COVID-19 que estavam no Hospital Regional foram transferidos para outros hospitais de Uberaba(foto: Prefeitura de Uberaba/Divulgação)
Pacientes não COVID-19 que estavam no Hospital Regional foram transferidos para outros hospitais de Uberaba (foto: Prefeitura de Uberaba/Divulgação)
Adiada a chegada em Uberaba dos pacientes de Manaus (AM) com a COVID-19 para este domingo (24/01), por volta das 19h20. A previsão anterior é que eles chegariam na tarde deste sábado (23/01), por voltas das 14h. Além disso, segundo o último comunicado da prefeitura, não virão mais 12 pacientes e sim 18, sendo que todos estão com o quadro clínico estável. De acordo com informações da Secretaria de Estado de Saúde, eles chegarão acompanhados de quatro enfermeiros e dois médicos. 
A decisão da vinda dos pacientes da capital amazonense aconteceu após pedido do governo de MG e uma longa reunião nesta sexta-feira (23/01) entre a Prefeitura de Uberaba, Comitê Técnico-Científico de Enfrentamento à COVID-19 e vereadores. 
 
Apesar da previsão de que os pacientes sejam de leitos de enfermaria, ao chegarem na cidade, conforme a Secretária de Saúde de Uberaba, eles serão transferidos para leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional José Alencar Gomes da Silva. 
 
No início deste sábado já havia sido encerrada a transferência de 38 pacientes não Covid do HR, sendo 3 de UTI, para hospitais credenciados pelo SUS da cidade (Hélio Angotti, Mário Palmério e Beneficência Portuguesa). Segundo a Secretária Municipal de Saúde, todos estão estáveis e com boas condições clínicas.
 
Com relação a mudança de horário para a chegada dos pacientes de Manaus em Uberaba, sem divulgar o (s) motivo (s), a Força Aérea Brasileira (FAB) posicionou o governo de Uberaba, na tarde deste sábado (23), de que a transferência dos pacientes com COVID-19 de Manaus será feita neste domingo (24). A previsão é que o avião trazendo os passageiros desembarque no Aeroporto de Uberaba no início da noite.
 
“Ainda neste sábado, o Ministério da Saúde solicitou à Prefeitura de Uberaba que a cidade receba os 18 doentes, justificando que não é possível fazer escala em outra cidade para deixar apenas seis pacientes. Diante da situação, a prefeita Elisa Araújo decidiu atender ao pedido do governo federal. Segundo ela, Uberaba tem condições de recebê-los e lembrou que o Estado confirmou que irá habilitar mais leitos para tratamento da COVID-19 na cidade”, informou nota da assessoria de imprensa da prefeitura de Uberaba.
 
De acordo com o diretor administrativo do HR, Frederico Guglielmi Ramos, atualmente, o HR possui 89 leitos ativos de clínica médica; 70 são para casos suspeitos e confirmados de COVID-19, sendo 15 com suporte ventilatório. “Há ainda 40 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto. Além disso, há 14 leitos de clínica cirúrgica. 
 
A unidade tem capacidade para estruturar, pelo menos, mais 30 leitos; 20 de UTI e 10 de clínica médica para atender casos suspeitos e confirmados com o novo coronavírus”, disse o diretor administrativo do HR.  
 
A prefeita Elisa Araújo complementa que houve doação feita pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) de mais 20 leitos de UTI completos e com ventiladores, que chegarão nas próximas semanas. 
 
“Espero que a exemplo das outras cidades que receberam os pacientes de Manaus, a recuperação seja rápida em Uberaba e que eles possam retornar ao estado de origem em curto espaço de tempo”, declarou Elisa Araújo.
 
Desde o início do colapso no sistema de saúde de Manaus, 214 pacientes já foram transferidos para outros estados. A estratégia faz parte de uma Força-Tarefa realizada por meio de uma cooperação interestadual, com o apoio do Ministério da Saúde e Força Aérea Brasileira (FAB). 
 
Até o momento, foram transferidos pacientes para os estados do Piauí (9), Maranhão (39), Paraíba (15), Rio Grande Norte (28), Goiás (32), Alagoas (14), Espírito Santo (36), Acre (3), Pará (23), e Distrito Federal (15).
 
Na segunda onda da doença, Uberaba registra mais de 55 novos casos 
 
De acordo com último boletim epidemiológico, divulgado na noite deste sábado (23), Uberaba registrou mais 55 novos casos, chegando a um total de infectados de 11.829. Nas ultimas 24h, não um óbito (homem de 77 anos, com comorbidades e que estava internado há quatro dias em hospital público).
 
Desta forma, ao todo são 264 óbitos causados pela doença no município. Desde o início da pandemia, Uberaba registrou 10.852 casos recuperados.
 
Hoje na cidade, segundo o último boletim epidemiológico da doença, a ocupação de leitos de enfermaria pública está em 22% e privada em 34%. Já a ocupação de leitos de UTI da rede pública está em 25% e a privada em 66%, o que representa ao todo 34 pessoas internadas em Uberaba.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade