Publicidade

Estado de Minas VACINA

Ibirité vacina os três primeiros profissionais da Saúde contra a COVID-19

Ibirité recebeu 1.117 doses do primeiro lote da CoronaVac e ato simbólico no Hospital de Campanha marcou início da imunização contra a COVID-19 na cidade


19/01/2021 18:50 - atualizado 19/01/2021 19:47

Um dos primeiros imunizados foi Wilson Bispo dos Santos, de 50 anos. Ele é auxiliar de limpeza nos hospitais de Ibirité. (foto: Prefeitura Ibirité/Divulgação)
Um dos primeiros imunizados foi Wilson Bispo dos Santos, de 50 anos. Ele é auxiliar de limpeza nos hospitais de Ibirité. (foto: Prefeitura Ibirité/Divulgação)
Uma cerimônia simbólica, na tarde desta terça-feira (19/01), representou o início da vacinação contra a COVID-19, em Ibirité, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). A cidade recebeu doses para imunizar 1.117 profissionais da área da saúde.

O ato ocorreu no Hospital de Campanha, e três profissionais foram imunizados: o auxiliar de serviços gerais que atuou no Hospital de Campanha e hoje trabalha no Hospital Regional, Wilson Bispo dos Santos, 50 anos; a técnica de enfermagem do Hospital de Campanha, Rita Gonçalves dos Reis Silva, de 34 anos e o vice-prefeito da cidade, médico, que tem trabalhado ativamente no combate ao coronavírus, Paulo Telles, 78 anos. 
 
"Fiquei lisonjeado e emocionado em ser a primeira pessoa de Ibirité a receber a vacina contra a COVID-19. Foi uma surpresa pra mim. Estou muito feliz! Trabalhei três meses no Hospital de Campanha e vi de perto o que é essa doença. Meu recado para a população é que, quando chegar a hora, que não deixem de se imunizar. A vacina não dói, foi testada e retestada. O medo que temos que ter é da doença e não da vacina", relatou Wilson Bispo, que mora no bairro Nossa Senhora de Fátima, em Ibirité. 
 
Já a técnica de enfermagem, Rita Gonçalves dos Reis, moradora do bairro Palmeiras, conta que teve a doença em agosto do ano passado e que se sente aliviada em ser vacinada. “Essa vacina é uma conquista pra todos nós. Ela simboliza esperança diante disso tudo que estamos vivendo. Agora a esperança se sobrepõe ao medo”.
 
O vice-prefeito e médico, Paulo Telles, foi mais um profissional da saúde imunizado na cerimônia simbólica. Ele tem 78 anos é atuante na clínica médica e em pronto atendimento. Durante a pandemia da COVID-19, o médico intensificou os atendimentos gratuitos à população carente, em especial aos mais idosos, inclusive com visitas em suas residências.
 
“Como médico tenho dado o meu melhor, atendendo e orientando a população, especialmente a mais carente, desde o início da pandemia. É importante ressaltar: não existe tratamento precoce. O tratamento mais precoce é a vacina. Ela é segura. E hoje demos mais  um passo importante na luta contra o coronavírus com o início da vacinação”, destacou o vice-prefeito. 
 
A secretária de Saúde do município, Carina Bitarães, também falou sobre a importância da vacinação. “Hoje foi um dia muito importante para Ibirité. Esperamos, em breve, receber novos lotes da vacina, para que possamos imunizar toda a nossa população”.  

Demais grupos prioritários

A secretaria municipal de Saúde informou que a cidade depende do repasse das vacinas por parte do Governo de Minas para continuar a vacinação. Assim que possível, as doses serão administradas nas 20 Unidades Básicas de Saúde (UBS) que possuem sala de vacinação, respeitando o informativo técnico do Ministério da Saúde. A prefeitura divulgará, assim que receber os próximos lotes, as datas para a vacinação de todos os grupos prioritários.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade