Publicidade

Estado de Minas #PRAENTENDER

Entenda por que a Avenida Tereza Cristina alaga com tanta frequência

A avenida é um dos pontos mais vulneráveis a enchentes em Belo Horizonte. Vídeo explica motivos


19/01/2021 18:03 - atualizado 26/01/2021 16:19

(foto: Arte sobre foto de Ramon Lisboa/EM/D.A Press)
(foto: Arte sobre foto de Ramon Lisboa/EM/D.A Press)
A cada temporada de chuva em Belo Horizonte, moradores do entorno da Avenida Tereza Cristina temem enchentes devido ao Ribeirão Arrudas, que nos últimos anos transbordou e provocou estragos, como no verão de 2020, o mais chuvoso em 110 anos em Minas Gerais, e em janeiro de 2021. 

Fizemos esse vídeo #PRAENTENDER por que a Tereza Cristina alaga tanto e quais intervenções estão sendo feitas para tentar amenizar o impacto das chuvas.

Para mais vídeos como este, acesse nosso canal


O histórico de enchentes na avenida, uma das mais importantes ligações de BH, é um problema quase centenário, surgido nos anos 1920, quando a urbanização da capital de Minas Gerais avançou sobre os cursos d'água, para construir o que chamavam na época de avenidas sanitárias. 

Confira mapa e detalhes das obras contra enxurrada na Vilarinho


Em 15 de janeiro de 2021, a Avenida Tereza Cristina voltou a alagar durante temporal que atingiu a Região Oeste de BH no fim da tarde de sexta-feira, fez o Arrudas transbordar e arrastou carros próximo à Vila São Paulo. Parte da via teve o asfalto arrancado e moradores às margens da avenida tiveram as casas invadidas pela chuva, uma cena que se repete há anos.
 
*Estagiário sob supervisão do subeditor Rafael Alves 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade