Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Uberaba recebe CoronaVac nesta terça e já tem plano de vacinação preparado

Cidade deverá receber 5 mil doses das 12 mil doses que serão entregues para a Superintendência Regional de Saúde que cidades do Triângulo Sul


19/01/2021 08:58 - atualizado 19/01/2021 11:07

De acordo o tenente coronel Anderson Passos, comandante do 8º Batalhão de Bombeiros Militar (BBM), avião do Corpo de Bombeiros, Arcanjo 7, decolou de BH (aeroporto da Pampulha) no início da manhã desta terça para levar vacinas para diversas cidades do estado.(foto: 8ºBBM/Divulgação)
De acordo o tenente coronel Anderson Passos, comandante do 8º Batalhão de Bombeiros Militar (BBM), avião do Corpo de Bombeiros, Arcanjo 7, decolou de BH (aeroporto da Pampulha) no início da manhã desta terça para levar vacinas para diversas cidades do estado. (foto: 8ºBBM/Divulgação)
As primeiras doses da vacina contra a COVID-19 devem chegar a Uberaba, no Triângulo Mineiro, na tarde desta terça-feira (19/1). O superintendente regional de Saúde, Mauricio Ferreira, informou que o avião com as vacinas deverá pousar no aeroporto por volta das 14h, com muita segurança policial. O município já prepara o esquema para iniciar a imunização. 

De acordo com Maurício Ferreira, baseado em dados locais, a previsão é de que a cidade receba 5 mil das 12 mil doses que serão entregues para a Superintendência Regional de Saúde, que atende 27 cidades do Triângulo Sul.

“Apenas terá acesso ao desembarque servidor designado pela superintendência. Não tem entrevista no aeroporto. Recebeu a vacina, a recomendação é de que ela vá direto para unidade regional de saúde. Questão de segurança”, adiantou Maurício Ferreira.

A Prefeitura de Uberaba informou que para maximizar o potencial de distribuição da vacina uma rede de apoio está sendo criada com os hospitais que constam no Plano de Contingência Municipal para COVID-19. A lista inclui o Hospital Regional, Hospital de Clínicas da Universidade do Triângulo Mineiro (HC-UFTM), Mário Palmério Hospital Universitário (MPHU) e Hospital São Domingos, operadoras de Plano de Saúde e o Laboratório Sabin.
 
“A ideia é utilizar essa rede de saúde, para garantir a chegada da vacina de forma mais ágil aos profissionais de saúde, bem como aos cidadãos institucionalizados. Serão duas doses para completar o esquema vacinal (intervalo de duas a quatro semanas entre elas)”, diz nota da assessoria de imprensa da prefeitura de Uberaba. 

Desde o anúncio da aprovação da vacina do Instituto Butantan e da Universidade Oxford, no domingo (17), segundo informações da Prefeitura de Uberaba, a mesma vem alinhando a logística e o plano de vacinação da cidade, seguindo as diretrizes do Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde.
 

Prioridades 

“Dentro da primeira etapa de vacinação estão os grupos prioritários, sendo: trabalhadores da saúde; pessoas idosas, residentes em instituições de Longa Permanência (institucionalizadas); pessoas a partir de 18 anos de idade com deficiência, moradores em Residências Inclusivas (institucionalizadas) e população indígena, vivendo em terras indígenas. A definição desse grupo prioritário ocorreu nesta segunda-feira (18), por meio de um Informe Técnico do Ministério da Saúde”.

O Informe Técnico do MS também destaca que “considerando o número de doses distribuídas às Unidades Federativas e a estimativa populacional dos profissionais da saúde, será necessária uma ordem de priorização desse estrato populacional”. Assim o MS recomenda, conforme disponibilidade de doses, “a priorização das equipes da vacinação, trabalhadores das instituições de Longa Permanência de Idosos e de Residências Inclusivas e trabalhadores dos serviços de saúde público e privado, tanto da urgência quanto da atenção básica envolvidos diretamente na atenção/referência para os casos suspeitos e confirmados de COVID-19”.

O documento do MS ainda destaca que todos os trabalhadores da saúde serão contemplados com a vacinação, conforme ocorrer a disponibilidade de doses do imunizante, que será feita de forma gradativa. 


Seringas agulhadas já estão na Central de Vacinação
 
Na manhã desta segunda-feira (18/1), a Prefeitura de Uberaba recebeu 111.750 unidades de seringas agulhadas da Superintendência Regional de Saúde. 

“É importante a população compreender que, neste primeiro momento, a vacina não é para todo mundo, mas principalmente para os idosos, aqueles que vivem em instituições de longa permanência, aqueles que estão confinados de alguma forma, os profissionais da saúde que estão diretamente ligados ao enfrentamento da Covid”, destacou o superintendente Maurício Ferreira que ressalta ainda que a população deve manter os cuidados de higiene e mesmo sendo vacinada, continuar com o distanciamento social, usando álcool gel nas mãos. “Todos os cuidados são importantes porque a imunização leva alguns dias, talvez até duas semanas para começar a aparecer algum tipo de resposta orgânica à vacina”, finalizou.

Nas últimas 24 horas, Uberaba registrou três óbitos (duas mulheres de 88 e 92 anos e um homem de 53 anos; todos com comorbidades) vítimas da Covid-19 e mais 117 novos casos da doença, conforme dados do boletim epidemiológico desta segunda-feira (18/01), da Secretaria Municipal de Saúde. 

Diante disso, agora na cidade 259 pessoas já perderam a vida para a doença, sendo que 11.421 pessoas já foram infectadas desde o início da pandemia. Desde o início da pandemia, Uberaba registra 10.634 recuperados.

Com relação a ocupação de leitos de UTI destinados a pacientes com a COVID-19 está em 24% nos hospitais públicos de Uberaba e 40% nos hospitais privados. Já a ocupação de leitos de enfermaria está em 21% no setor público e 26% no privado.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade