Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Secretário diz que Minas deve ter todas as cidades vacinando até quarta

De acordo com Carlos Eduardo Amaral, cronograma depende das prefeituras, que deverão buscar doses nas cidades-polo


18/01/2021 23:44 - atualizado 19/01/2021 00:05

Avião da Azul Linhas Aéreas trouxe Coronavac de São Paulo para Confins(foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press)
Avião da Azul Linhas Aéreas trouxe Coronavac de São Paulo para Confins (foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press)
Apesar da chegada de 377 mil doses da Coronavac, vacina contra o coronavírus do Instituto Butantan, na noite desta segunda-feira (18/1) em Confins, na Grande BH, Minas só deve ter a integralidade de suas cidades vacinando a partir desta quarta (20/1). As informações são do secretário de estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral.

Segundo Amaral, boa parte dos imunizantes deve chegar às cidades-polo já nesta terça (19/1). Portanto, algumas prefeituras já vão começar nesta data. 


"Essas vacinas vão chegar, inicialmente, nas cidades que são polo de superintendências e gerências regionais no estado. Em seguida, serão distribuídas para as demais cidades. Essa distribuição passará pela prefeitura buscar as vacinas nas superintendências", afirmou Carlos Eduardo. 

"É possível sim começar amanhã (terça), mas nós estamos contando que o estado inteiro começará na quarta-feira, quando teremos todas as cidades em condições de vacinar", completou. 
 
Em Belo Horizonte, a equipe do prefeito Alexandre Kalil (PSD) estima 24 horas como prazo necessário entre a chegada das vacinas a Minas e o início das aplicações.
 
A ideia é que as doses sejam distribuídas às unidades públicas e privadas de saúde. A partir daí, as chefias se organizariam, internamente, para vacinar suas equipes.

Os vacinados

Cinco pessoas, todas lotadas no Hospital Eduardo de Menezes, no Barreiro, em BH, foram vacinadas na cerimônia no aeroporto. A primeira vacinada foi Maria Bom Sucesso, de 57 anos, técnica de enfermagem.
 
Também receberam o imunizante o técnico em enfermagem Thiago Libério Santana Medina, de 39 anos; a enfermeira do CTI Adileia Pereira de Jesus Cardoso, de 52; o fisioterapeuta Moisés Alves Senra, de 39; e a coordenadora do CTI do mesmo hospital, Teresa Gamarano Barros, 37.

A chegada 

Ver galeria . 6 Fotos Doses da Coronavac chegaram ao Aeroporto Internacional de Confins, na Grande BH, por volta das 20h desta segunda (18/1) Marcos Vieira/EM/D.A Press
Doses da Coronavac chegaram ao Aeroporto Internacional de Confins, na Grande BH, por volta das 20h desta segunda (18/1) (foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press )

 

As vacinas chegaram em Minas por volta das 20h desta segunda. O Airbus A330neo da Azul Linhas Aéreas, o maior da empresa, veio do Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, e pousou no Aeroporto Internacional de Confins, na Grande BH.
 
No total, o estado recebeu 577 mil doses da Coronavac, segundo números do Ministério da Saúde. Essa quantidade só não é maior que a recebida pelo estado governador por João Doria (PSDB).

O plano nacional prevê a vacinação, inicialmente, de três grupos de pessoas: trabalhadores da saúde; população indígena que vive em terras indígenas; e a população institucionalizada (deficientes e idosos).
 
Em Minas, conforme o Ministério da Saúde, são 38.578 idosos em instituições públicas; 1.160 deficientes nas mesmas casas de apoio; 7.878 índios; e 227.472 servidores da saúde, o que representa 34% da categoria.

 
Isso vale para os servidores que atuam em todas as unidades de terapia intensiva, os que trabalham nas enfermarias para COVID-19, os lotados nas UPAs e no Samu e aqueles voltados ao pronto-atendimento dos hospitais. 

As doses serão estocadas na Rede Estadual de Frio, no Bairro Gameleira, Região Oeste de Belo Horizonte. De lá, seguem para as 28 unidades regionais de saúde do estado.
 
Depois, cada prefeitura precisa se deslocar à unidade a qual pertence para retirar os imunizantes. Esse protocolo é idêntico ao que acontece com outras vacinas que fazem parte das campanhas nacionais.
 
Responsáveis técnicos vão viajar junto com os transportadores para garantir a segurança das vacinas.  

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade