Publicidade

Estado de Minas AGLOMERAÇÕES

Após redução de frota, usuários reclamam de ônibus cheios em BH

População questiona 'falta de coerência' da prefeitura ao fechar o comércio e manter o transporte público lotado


12/01/2021 22:19 - atualizado 12/01/2021 22:43

Coletivos cheios são realidade de BH desde o início da pandemia(foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press - 29/07/2020 )
Coletivos cheios são realidade de BH desde o início da pandemia (foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press - 29/07/2020 )
Boa parte do comércio de Belo Horizonte fechou após a prefeitura regredir à estaca zero da flexibilização em meio ao crescimento dos casos de COVID-19 na cidade. Quem precisa sair de casa para trabalhar, contudo, enfrenta complicações na volta pra casa: ônibus lotados e muita aglomeração.

 

"É absurdo o que a prefeitura faz com a população de Belo Horizonte. Ela reduz o quadro de ônibus em horário de pico. Não tem coerência nenhuma: fecha comércio e mantém os ônibus cheios?", afirma o vendedor Matheus Alves, usuário da linha 5503A (Goiânia A via Vila São Jorge/Hospitais).

 

"Um absurdo. Ônibus lotado. Pede para não ter aglomeração, mas diminui o número de veículos na rua? A gente sofre demais", diz Davidson Silva, assistente administrativo, usuário da mesma linha.

 

Na semana passada, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (SetraBH) anunciou redução da frota de veículos por causa da restrição do comércio.

 

Mesmo com a possibilidade de aglomerações, a entidade de classe informa que a medida tem como justificativa a queda de 35% da demanda por causa do decreto da prefeitura.

 

Ainda segundo o sindicato de classe, seus funcionários e a Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) acompanhariam a evolução diária da demanda para definir ajustes na operação nos primeiros dias.

 

O Setra disponibiliza seu Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC), por meio do telefone (31) 3248-7300, para registro de reclamações.

 

Para registrar a queixa, o usuário deve informar o número da linha e do ônibus, além do horário e do local da ocorrência.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade