Publicidade

Estado de Minas ESTRAGOS

Prefeitura de Maria da Fé decreta estado de emergência por causa da chuva

Temporal invadiu casas, provocou deslizamentos de terra e derrubou cinco pontes na cidade; duas comunidades estão ilhadas


12/01/2021 12:12 - atualizado 12/01/2021 17:12

Cerca de 30 famílias foram atingidas pela chuva em Maria da Fé(foto: Portal Plantão 24h MG/Divulgação)
Cerca de 30 famílias foram atingidas pela chuva em Maria da Fé (foto: Portal Plantão 24h MG/Divulgação)
Uma forte chuva deixou estragos em Maria da Fé, no Sul de Minas. O temporal começou na noite dessa segunda-feira (11/1) e continuou na manhã desta terça-feira (12/1). A água invadiu casas, provocou deslizamentos de terra e derrubou cinco pontes. A Prefeitura Municipal decretou estado de situação de emergência.

 

De acordo com a Defesa Civil, o local mais atingido foi o Distrito de Posses, mas estragos também foram registrados nos bairros Mata do Isidoro, Canfundó, Grota, Mata de Baixo e Goiabal.

 

Distrito de Posses foi um dos mais atingidos pela chuva(foto: Portal Plantão 24h MG/divulgação)
Distrito de Posses foi um dos mais atingidos pela chuva (foto: Portal Plantão 24h MG/divulgação)
No Distrito de Posses, cerca de 20 famílias tiveram as casas invadidas pela água. A Defesa Civil informou que o nível do Ribeirão Posses chegou a subir mais de dois metros.

O temporal também provocou deslizamentos de terra e derrubou duas pontes. “Também registramos queda de pontes no Cafundó e na Mata do Isidoro. Duas comunidades estão ilhadas”, explica Marcos Mendes, da Defesa Civil.

 

Pelo menos cinco pontes foram destruídas com a força da água(foto: Portal Plantão 24h MG/divulgação)
Pelo menos cinco pontes foram destruídas com a força da água (foto: Portal Plantão 24h MG/divulgação)
A Prefeitura Municipal decretou estado de situação de emergência. O Corpo de Bombeiros, a Defesa Civil e a Assistência Social foram acionados para dar assistência às famílias e fazer a limpeza da cidade.

“Dividimos em duas equipes e ainda estamos fazendo o levantamento. Mas até o momento não temos informação de vítimas, desalojados ou desabrigados”, afirma.

 

Lambari

 

A forte chuva também atingiu Lambari nessa segunda-feira (11/1). De acordo com a prefeitura, o temporal durou uma hora e choveu cerca de 8 milímetros. Ruas foram alagadas e a força da água derrubou uma árvore no entorno do lago Guanabara.

 

Um posto de saúde no Bairro Campinho foi inundado e o atendimento precisou ser interrompido, mas já retomou nesta terça (12/1).

 

Parque das Águas está fechado para análise(foto: Ascom/divulgação)
Parque das Águas está fechado para análise (foto: Ascom/divulgação)
O Parque das Águas também foi fechado depois de ser invadido pelas chuvas. Coletas da água mineral vão passar por análise. O resultado dever sair nas próximas 48 horas.

“Se o resultado for positivo e a água não tiver contaminada, o parque será reaberto ainda nesta semana”, explica Júnior Arantes, Secretaria de Turismo.

 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade