Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

COVID-19 em BH: taxa de transmissão cai e ocupação de leitos sobe

A taxa de transmissão da COVID-19 foi de 1,09 para 1,06. Ocupação de vagas de UTI subiu de 54,5% para 58,1%


09/12/2020 17:45 - atualizado 09/12/2020 18:14

(foto: PBH/Reprodução)
(foto: PBH/Reprodução)
A taxa de transmissão da COVID-19 em Belo Horizonte teve uma pequena redução: foi de 1,09 para 1,06. A informação foi divulgada pela Prefeitura de Belo Horizonte na tarde desta quarta-feira (9/12). Em novembro, chegou a atingir 1,13, o maior patamar desde julho. O indicador fica na fase de controle quando está abaixo de 1.


Belo Horizonte saltou de 1.698 para 1.703 mil casos confirmados de COVID-19. De acordo com o boletim epidemiológico, o número de casos confirmados (56.106), em acompanhamento (2.384) e recuperados (52.024) não foram atualizados devido a problemas na base de dados do e-SUS no Ministério da Saúde.

Entre os mortos, 948 são homens e 755 mulheres, sendo que 97,2% tinham a presença de pelo menos um fator de risco e/ou comorbidade. Entre eles, estão 1.402 idosos (acima de 60 anos), 833 cardiopatas, 604 diabéticos, 330 pneumáticos e 271 com obesidade.

Ocupação de leitos

Na última sexta-feira (4/12), a taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) havia atingido o nível de alerta “amarelo”, uma vez que ultrapassou a barreira dos 50%, chegando a 50,6%. Já nesta segunda, a PBH informou que 54,5% das vagas estão comprometidas, maior número desde setembro.

Nesta quarta-feira, 58,1% estão ocupados. As unidades de enfermaria estão com 49,9% dos leitos ocupados.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade