Publicidade

Estado de Minas FEMINICÍDIO

Idoso é condenado por matar mulher por ela sustentar a casa em Lavras

Valto Antônio vai pagar pena de 12 anos de prisão; ele tinha ciúmes da esposa e não queria que ela trabalhasse


04/12/2020 14:52 - atualizado 05/12/2020 08:49

Irene Aparecida Borges, de 52 anos, foi morta com golpes de um banco de madeira(foto: Reprodução Facebook)
Irene Aparecida Borges, de 52 anos, foi morta com golpes de um banco de madeira (foto: Reprodução Facebook)
O idoso que matou mulher a pauladas foi condenado a 12 anos de prisão, em Lavras, no Sul de Minas, nesta sexta-feira (4/11). O crime aconteceu na casa do casal em julho do ano passado. Valto Antônio foi preso em flagrante e confessou o crime.

 

De acordo com a polícia, Valto, de 65 anos, responde por homicídio triplamente qualificado em feminicídio e vai pagar pena de 12 anos por matar a esposa. Irene Aparecida Borges, que tinha 52 anos, foi agredida com golpes de um banco de madeira dentro da própria residência.

 

Idoso e condenado por matar mulher me Lavras(foto: Reprodução facebook)
Idoso e condenado por matar mulher me Lavras (foto: Reprodução facebook)
No momento do crime, o idoso estaria embriagado e chamou o socorro para a mulher. O motivo registrado no Boletim de Ocorrência diz que ele tinha ciúmes da mulher e não aceitava o fato dela sustentar a casa.

 

O casal ficou juntos por 17 anos. Na época, Valto também teria dito que durante a briga, Irene teria apontado uma faca para ele e que ele apenas se defendeu. Mas o argumento foi contestado pela perícia da Polícia Civil, porque as lesões não eram compatíveis.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade