Publicidade

Estado de Minas HISTÓRIA

Mototaxista é preso em Curvelo com mais de R$ 250 mil em espécie

Aos policiais, suspeito de traficar drogas alegou que guardava esse dinheiro há um tempo, mas que não o havia declarado à Receita Federal


30/11/2020 16:06 - atualizado 30/11/2020 16:46

Notas estavam escondidas dentro de um guarda-roupa na residência do suspeito, em Curvelo(foto: PMMG/Divulgação)
Notas estavam escondidas dentro de um guarda-roupa na residência do suspeito, em Curvelo (foto: PMMG/Divulgação)
Em Curvelo, cidade localizada na Região Central de Minas Gerais, um homem de 54 anos foi preso na casa onde mora por associação ao tráfico de drogas. Os policiais encontraram R$ 255 mil em espécie dentro de um guarda-roupa.

Aos militares o homem disse que estava guardando a quantia fazia um tempo. Ao ser perguntado sobre sua profissão, ele afirmou aos agentes que trabalhava como mototaxista na cidade e que não sabia ao certo o valor que já tinha juntado. Algumas cédulas, no entanto, estavam manchadas, o que pode indicar que tenham sido furtadas de caixas eletrônicos.

Os policiais chegaram até o homem por meio de uma denúncia. Segundo a Polícia, o homem aparentou nervosismo com a chegada dos agentes em sua residência, mas não impediu a entrada dos policiais.

O suspeito disse que não havia declarado o valor economizado à Receita Federal. Em busca na área externa da casa, os policiais encontraram ainda 50 cartuchos calibre 22, que estavam intactos, e seis munições calibre 32. O material estava escondido dentro de uma sacola. Aos militares, o homem admitiu que os cartuchos e munições eram seus.

Verificado no sistema policial, o homem tem passagens por tráfico de drogas. Ele foi conduzido à delegacia da cidade, junto com o material apreendido.

Acusado de assassinato é preso em Sete Lagoas

Policiais civis prenderam um homem de 58 anos no Bairro Dona Sílvia, em Sete Lagoas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ele é suspeito de matar um jovem de 16 anos a facadas no dia 1º de novembro.

Após o crime, a família do suspeito se mudou para outro bairro da cidade, onde ele passou a se esconder em matas localizadas nas imediações do novo endereço, retornando ao imóvel apenas para dormir.

No dia da prisão, a equipe da Delegacia de Homicídios realizou campana e verificou que ele não havia saído do imóvel, momento em que encontraram o suspeito escondido no fundo falso de uma cama de casal. O homem foi preso e encaminhado ao sistema prisional.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade