Publicidade

Estado de Minas BAIRRO SOLIMÕES

Homem com colete à prova de balas é morto a tiros em festa irregular em BH

Homem de 22 anos foi executado e suspeita é de acerto de contas com rivais


30/11/2020 08:15 - atualizado 30/11/2020 08:52

Crime aconteceu na Rua Caviúna, Bairro Solimões(foto: Reprodução/Google Street View)
Crime aconteceu na Rua Caviúna, Bairro Solimões (foto: Reprodução/Google Street View)
Uma festa irregular no Bairro Solimões, Zona Norte de BH, terminou com troca de tiros, um ferido e uma morte no final da noite desse domingo (29). A suspeita é de acerto de contas entre rivais.

De acordo com o boletim de ocorrência, diversos chamados foram feitos através do 190, relatando um tiroteio no local. Ao chegarem lá, os policiais se depararam com o homem de 22 anos, negro, trajando um colete à prova de balas, caído no chão de barriga para cima e com sangue nos olhos e na boca.

Testemunhas informaram que a vítima estava conduzindo uma moto preta, quando se deparou com outros indivíduos em outra motocicleta e em um carro. Teve início, então, uma troca de tiros. O jovem foi acertado, tentou fugir correndo, mas caiu no chão, provavelmente já morto.

Testemunhas informaram aos policiais que a vítima estaria em conflito com bandidos do bairro vizinho, Xodó Marize, e que estava sendo ameaçado por um outro homem que tinha uma arma. Por isso, também adquiriu um revólver para confrontar os rivais. Ele sofreu uma perfuração na axila.

Um outro jovem, também de 22 anos, ficou ferido e foi encaminhado ao Hospital Risoleta Neves com uma perfuração no braço. Ele contou que estava na condução de um carro, até que os condutores das motos começaram a trocar tiros entre si. Ele tentou fugir a pé, mas acabou sendo acertado pelo disparo. O homem foi socorrido e não soube informar quem foi o responsável pelos tiros e pelo homicídio do outro jovem.

A perícia esteve no local e recolheu as cápsulas das balas, além de dinheiro, uma corrente dourada, o colete a prova de balas e a moto da vítima. As armas não foram localizadas. A Polícia Civil investigará o caso.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade