Publicidade

Estado de Minas ACIDENTE

Suposta inalação de gás tóxico em galeria da Copasa mata 2 funcionários

Homens morreram enquanto faziam manutenção em rede subterrânea da Copasa no Bairro Vila da Serra, em Santa Bárbara


25/11/2020 15:18 - atualizado 25/11/2020 19:42

Dois homens morreram após supostamente inalar gás tóxico dentro de uma galeria subterrânea na qual faziam manutenção na manhã desta quarta-feira (25). (foto: Resgate Voluntário Estrada Real/Divulgação)
Dois homens morreram após supostamente inalar gás tóxico dentro de uma galeria subterrânea na qual faziam manutenção na manhã desta quarta-feira (25). (foto: Resgate Voluntário Estrada Real/Divulgação)
Dois funcionários da Companhia de Abastecimento de Minas Gerais (Copasa) morreram na manhã desta quarta-feira (25), enquanto faziam um atendimento em uma rede subterrânea no Bairro Vila da Serra, em Santa Bárbara, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH).

Aguinaldo de Magalhães Viegas, de 56 anos, e Félix Mendes Marins, de 39, foram encontrados desacordados dentro da galeria, receberam os primeiros socorros ainda no local, mas chegaram sem vida ao hospital. 
 
A Polícia Militar trabalha com a hipótese de acidente e acredita que eles teriam inalado algum tipo de gás tóxico.

O Resgate Emergencial Voluntário Estrada Real (Rever), que faz o atendimento móvel de urgência na região, foi acionado e, segundo o presidente do Rever, Givaldo Oliveira da Silva, os rapazes foram encontrados desacordados. “A Guarda Municipal nos solicitou e chegamos ao local e encontramos as duas vítimas caídas desacordadas caídas dentro da galeria, em um espaço confinado. O que nos passaram é que o senhor Agnaldo foi fazer uma manutenção dentro dessa galeria e passou mal, provavelmente por causa do gás. E o segundo rapaz, o Félix, tentou entrar para ajudar e passou mal também.”
 
O resgate fez os primeiros socorros no local e levou os dois homens para o Hospital Nossa Senhora das Mercês, em Santa Bárbara, onde já chegaram sem sinais vitais. Os socorristas também passaram por atendimento médico para averiguar se estavam bem por terem inalado o gás no momento do resgate. 
 
Em nota, a Copasa disse que está apurando as circunstâncias da tragédia. “A Copasa informa que apura as circunstâncias em que dois de seus funcionários vieram a óbito na data de hoje, 25 de novembro. A evolução da apuração, tão breve quanto possível, será divulgada. A Copasa presta todo apoio às famílias de seus funcionários por meio do Serviço Social da Companhia e apresenta a elas o seu profundo pesar”, diz a nota.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade