Publicidade

Estado de Minas COMEMORAÇÃO

COVID-19: Em Sete Lagoas, Museu Histórico faz 50 anos e lança tour virtual

Sem sair de casa, moradores e visitantes poderão conhecer as mais de 300 peças que se encontram expostas no tradicional casarão


25/11/2020 15:57 - atualizado 25/11/2020 17:06

Pelo computador ou pelo celular as pessoas poderão conhecer as obras sem correr risco de contrair o coronavírus(foto: PMSL/Divulgação)
Pelo computador ou pelo celular as pessoas poderão conhecer as obras sem correr risco de contrair o coronavírus (foto: PMSL/Divulgação)
Em tempos de pandemia, a população de Sete Lagoas, cidade localizada na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e turistas poderão conhecer as mais de 300 peças do acervo do Museu Histórico Municipal sem sair de casa. Com o passeio virtual, o turista poderá irá em cada um dos cantos do casarão.

A iniciativa marca as comemorações dos 50 anos do museu e os 153 anos de Sete Lagoas, feitos nesta terça-feira (24). Pela internet, seja do computador ou do celular, é possível conhecer todas as obras que compõem o acervo do museu. A plataforma foi criada em parceria com uma empresa privada, usando a mesma tecnologia do Google Street View.

"Em momentos de pandemia, como iríamos visitar os museus? Não teria como, já que as pessoas estão em casa. Então surgiu a ideia de um tour virtual para que as pessoas tenham, de alguma forma, acesso nosso patrimônio", explica o gerente Educacional do Município, Igor de Araújo Alves.

De acordo com a historiadora Shirley Francisca Fonseca, os recursos para o custeio da plataforma vieram do Fundo Municipal de Patrimônio Histórico e Artístico de Sete Lagoas. "Como a ação também contempla a Educação Patrimonial, fizemos as duas coisas ao mesmo tempo. Assim, esperamos aumentar ainda mais nossa pontuação no ICMS Cultural. O aumento da pontuação significa mais recursos que poderão ser investidos no patrimônio histórico material e imaterial da cidade", comenta.

Criado pelo então prefeito Afrânio Avelar, que inclusive comprou com recursos próprios várias peças do acervo, o Museu Histórico está instalado em uma construção do século XVIII e conserva fotos antigas, materiais ligados ao período da escravidão, utensílios domésticos, ferramentas de trabalho, vestimentas e objetos variados de personagens ilustres da região.

Para a filha de Afrânio, Maria Eunice Avelar, a cidade ganhou muito na sua personalidade urbana com a instalação do Museu Histórico, principalmente com relação à sua localização, compondo o conjunto arquitetônico com a catedral. "A casa em si é uma joia da arquitetura colonial da época, apesar de pequena. Temos que torcer para que o museu continue bem conservado e o acervo bem cuidado, apesar das dificuldades financeiras, para que ele possa continuar contando nossa história para estudantes, turistas e pesquisadores", comenta.

O tour virtual pelo Museu Histórico de Sete Lagoas pode ser acessado pelo link http://portfolio.my360.com.br/3d-model/museu-historico-municipal-de-sete-lagoas/fullscreen.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade