Publicidade

Estado de Minas FISCALIZAÇÃO

Aglomeração e desrespeito à pandemia: dois bares são interditados em BH nesta madrugada

Um bar foi fechado próximo à Praça Raul Soares, no Centro da capital, e outro no Bairro União, Região Nordeste


21/11/2020 11:10 - atualizado 21/11/2020 11:40

Bar no Centro foi interditado por volta de 0h(foto: Divulgação)
Bar no Centro foi interditado por volta de 0h (foto: Divulgação)

Dois estabelecimentos foram interditados nesta madrugada pela Fiscalização de Controle Urbanístico e Ambiental, com apoio da Guarda Civil Municipal de Belo Horizonte. Ambos descumpriram os protocolos de funcionamento estabelecidos durante a pandemia do novo coronavírus.

A primeira interdição ocorreu no bar “1.000 graus”, na Avenida Bias Fortes, próximo à Praça Raul Soares, no Centro de Belo Horizonte. O local estava funcionando por volta da 0h, sem respeito ao distanciamento social, uso de máscaras, uso correto de mesas e cadeiras e causando aglomeração.

Já por volta das 2h, a equipe interditou o “Maholo Bar”, no Bairro União, Região Nordeste da capital, por não respeitar o Alvará de Localização e Funcionamento, que autoriza apenas o uso do local como estacionamento e casa de festas.

Estabelecimento funcionava fora dos padrões do alvará(foto: Divulgação)
Estabelecimento funcionava fora dos padrões do alvará (foto: Divulgação)


Quando os fiscais chegaram no local, o estabelecimento estava funcionando como bar e casa de shows, com música ao vivo. Segundo a equipe de fiscalização, o evento realizado cobrava ingresso. Cerca de 100 pessoas não usavam máscaras e formaram aglomeração em pé, sem distanciamento. 

Regras de funcionamento

Estabelecimentos com a porta voltada à rua podem funcionar de segunda a domingo, das 11h às 22h, e só podem comercializar bebidas das 17h às 22h de segunda a sexta-feira. Aos sábados, domingos e feriados, o horário se estende: vai das 11h às 22h.

A prefeitura estabelece uma série de critérios: os empresários precisam organizar turnos de trabalho e orientar os empregados sobre a necessidade de distanciamento. Sabão, toalhas de papel e dispensadores de álcool gel e álcool 70% são obrigatórios.

Há também a importância da utilização das máscaras faciais — e da troca do aparato, no mínimo, a cada quatro horas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade